banner com link para rádio globo
Paige | Foto: Natalia Menin/Divulgação
in

Quem é Paige, destaque da nova cena da música mineira?

A artista, que vem do canto erudito, agora investe em um tom mais urbano para sua música ao lado do selo mineiro Macacolab

Cantora e compositora, Paige, 24 anos, traz em suas músicas referências latentes de R&B e pop dos anos 90. Dona de uma voz doce mas ao mesmo tempo marcante, ela se destaca por sua atitude empoderada, habilidades com dança e presença de palco. A artista, que vem do canto erudito, agora investe em um tom mais urbano para sua música ao lado do selo mineiro Macacolab – braço da produtora A Macaco, também responsável pela carreira da banda Lagum

“O nosso plano é adentrar o mercado pop – eu sou uma pop girl! Eu acredito que essa parceria soma em todos os âmbitos da minha carreira, desde a venda de shows até a construção artística. Estamos dividimos esse sonho e estamos empenhados em fazer acontecer juntos! É muito importante pro artista trabalhar com aliados profissionais e que têm muito amor pelo que fazem. A meta é ganhar o Brasil e eu acredito que o selo é o melhor lugar pra mim”, revela Paige em entrevista ao POPline.Biz é Mundo da Música.

A primeira música lançada pelo selo, “Cara, hoje é meu aniversário”, teve como ponto de partida a canalização dos sentimentos de Paige em relação à essa data comemorativa. Segundo ela, para além de uma celebração anual, fazer aniversário é também uma oportunidade de refletir sobre suas diferentes versões.

Paige | Foto: Natalia Menin/Divulgação

“A letra foi inspirada na energia que esse dia me traz: ousadia, diversão e muita intensidade. É um momento em que me vejo sem limitações, apenas vivendo o melhor da vida”, reflete. Com beats produzidos por Iza Sabino, companheira de Fenda, a música mistura em seus versos os idiomas inglês e português, algo recorrente nas composições de Paige.

“Isso faz parte da minha personalidade, da minha vivência e do meu vocabulário. Sempre que ouvir uma música minha pode esperar pelo menos um trecho em inglês”, completa.

Com direção de Caio Vieira, o videoclipe de “Cara, hoje é meu aniversário” traz não só influências visuais que fazem parte da personalidade e integram a essência de Paige, como também foi uma forma de reunir pessoas importantes na trajetória da cantora. “Mais do que soprar as velas, para mim, fazer aniversário é como organizar em capítulos o livro da minha história”, sintetiza a artista.

Mas, afinal, quem é Paige? Qual a sua história? A cantora é o destaque de hoje do “Quem é” – quadro do POPline.Biz é Mundo da Música que traz nomes que estão dando o que falar no mercado como Tasha e TraiceJohn AmplificadoGabráGabriela GomesJoão GomesDuquesaJessé AguiarLuan EstilizadoRuivinha de MarteLukinhasKant, Zé VaqueiroMaluDiego & Victor HugoKrawk, Vitor Fernandes, Rai Saia RodadaNattanMC DrickaLuthuly, Marina Sena, Joel Carlo, Melly, Juçara MarçalTaty PinkDanny BondLuccas Carlos e mais.

Acompanhe os artistas que estão se destacando na indústria musical acessando nosso Instagram, @poplinebizmm.

Quem é Paige?

Empoderada e dona de si, Paige é natural de Belo Horizonte, e transita pelo universo musical desde a infância, quando iniciou sua carreira musical no canto erudito. “Eu tive contato com a música através da minha família, ainda na infância. Meus avós, meus pais, meus irmãos, tios, todos eram envolvidos de alguma forma com a música. Com isso, eu desenvolvi muito cedo uma sensibilidade musical e, aos 11 anos, entrei pro coral da escola, que foi a porta para o erudito”, conta a artista.

“Eu já tinha um sonho: ser cantora. Ao mesmo tempo, por conta da minha irmã mais velha Tammy, o hip hop já fazia parte da minha vivência antes mesmo de eu conhecer o erudito. Fui coralista por 8 anos, mas nesse período eu também já estava envolvida com o Rap”, revela sobre a sua entrada no estilo mais urbano.

Em 2013, começou a participar da cena cultural independente de Belo Horizonte e, um ano depois, formou a banda Enversos ao lado do artista Gustavo Vaz. A banda participou de importantes shows na cidade, chegando à edição de 2018 do João Rock Festival, realizado em Ribeirão Preto (SP), por meio de um concurso cultural da Red Bull. No mesmo ano e paralelamente ao grupo, Paige participou da faixa “Corra”, do rapper Djonga

Em 2019, Paige se despediu da banda para se dedicar inteiramente ao seu trabalho solo. O primeiro marco da nova fase de sua trajetória foi o EP “Babygirl”, produzido em parceria com o produtor Giffoni e o coletivo GE, totalizando mais de 60.000 visualizações no Youtube.

O lançamento levou a cantora para espaços como o Festival Azeda e o Minas Trend, consolidando-a como uma das artistas mais marcantes da nova cena de Belo Horizonte. No mesmo ano, apesar do foco em sua carreira solo, Paige passou a integrar o grupo Fenda, encontro de 5 mulheres da cena hip-hop de Belo Horizonte que surgiu para realizar a abertura do show do rapper Criolo

Em 2020, além dos lançamentos com a Fenda – encontro que funcionou tão bem que ganhou continuidade e se consolidou com quatro lançamentos e shows marcantes –, Paige lançou “Uma Dica”. 

Agora, Paige abre espaço à uma nova fase da sua carreira-solo, explorando sonoridades como o dancehall e o afrobeat, além do reggaeton. “Cara, hoje é meu aniversário” marca um momento de reafirmação da cantora, que agora, busca transformar cada traço da sua personalidade em obra.

A artista destaca que a liberdade que possui hoje, de ser quem é e desbravar o universo musical e estético que deseja, nasceu de um caminho de batalha já trilhado por outras mulheres. “As minas já estão nesse corre há muito tempo pra hoje eu ter liberdade de ser quem eu sou e poder cantar”.

“O machismo está presente em todos os setores da nossa vida e no hip hop não é diferente. Somos invisibilizadas sempre, ignoradas, e sempre temos que trabalhar o dobro pra conseguir destaque e respeito! Existem muitas mulheres incríveis, talentosas, determinadas e com grande potencial caindo pra dentro desse jogo de poder que é o mercado. A gente já sabe o que acontece e com o acesso que tenho pretendo agregar cada vez mais mulheres para dentro do meu trabalho, para fortalecer nosso elo e ficarmos mais fortes a cada dia”, destaca a artista.

Segundo ela, ainda é muito difícil ganhar espaço no mercado para quem não está no eixo Rio x São Paulo. “Mas vamos rompendo isso com essas pessoas”. E finaliza: “Minas tem seu jeitinho e muita gente esforçada e talentosa, a gente merece ser visto!. A ideia é escancarar essa janela e gritar pro Brasil que a gente tá aqui e veio pra ficar! Vocês vão ver muito ainda de Minas”.

Conheça as músicas mais tocadas de Paige:

Escrito por Rafa Ventura

Ex-apresentador do “Bem Estar”, Fernando Rocha, relembra dificuldades após demissão da Globo

Com Mumuzinho e Kevin O Chris, festa do BBB terá ‘Baile de Formatura’