Danny Bond, fenômeno Pop conhecida como ‘Rainha do Jacintinho’
Danny Bond, fenômeno Pop conhecida como ‘Rainha do Jacintinho’. Foto: Divulgação
in

Quem é Danny Bond, fenômeno Pop conhecida como ‘Rainha do Jacintinho’?

Danny Bond é a primeira artista transsexual a ter três músicas em primeiro lugar na loja do iTunes

Da favela do Bolão, periferia de Maceió, para o mundo: fenômeno Pop, a cantora e compositora Danny Bond é conhecida como “Rainha do Jacintinho”, referência ao bairro onde morou durante toda a adolescência. A artista participa da música “Barbie”, ao lado de Rebecca, Pocah e Lexa, lançada ontem (13) nas plataformas digitais e também assina a composição da música. Além disso, a cantora faz parte do line-up especial do Marshmallow Festival que acontecerá hoje (14) no palco do Village Barra Funda, em São Paulo.

Leia Mais:

“Não via a hora dessa música sair! Estou muito feliz de estar do lado das meninas. Estou realizando um sonho como artista“, diz Danny Bond.

Quem é Danny Bond, fenômeno Pop conhecida como ‘Rainha do Jacintinho’
Danny Bond assina a composição e participa da música “Barbie” com Rebecca, Pocah e Lexa. Foto: Divulgação

Mas, afinal, quem é Danny Bond? Qual a sua história? A cantora é a destaque de hoje do “Quem é” – quadro do POPline.Biz é Mundo da Música que traz nomes que estão dando o que falar no mercado como John AmplificadoGabráGabriela GomesJoão GomesDuquesaJessé AguiarLuan EstilizadoRuivinha de MarteLukinhasKant, Zé VaqueiroMaluDiego & Victor HugoKrawk, Vitor Fernandes, Rai Saia RodadaNattanMC DrickaLuthuly, Marina Sena, Joel Carlo, Melly, Juçara Marçal, Taty Pink e mais.

Acompanhe os artistas que estão se destacando na indústria musical acessando nosso Instagram, @poplinebizmm.

Quem é Danny Bond?

Aos 24 anos de idade, Daniela Barros, transexual alagoana por trás do fenômeno Danny Bond, é conhecida como a “Rainha do Jacintinho”, referência ao bairro periférico onde morou durante toda a adolescência. Uma das principais artistas LGBTQIA+ de Alagoas, Danny iniciou sua carreira em 2015, após fazer paródias engraçadas de músicas de uma das suas artistas favoritas, Nicki Minaj.

A música foi um viral, com a ajuda do poder da internet alcançou olhares do Brasil inteiro, conquistando o público como compositora. De lá para cá, foi só sucesso: com “Ai Meu Deus”, Danny Bond foi convidada para participar de eventos como o da produtora Pixel. Para aumentar o repertório, Danny compôs outras músicas e conseguiu ganhar espaço nas casas noturnas da capital alagoana.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Black Barbie🎀 (@danny.bond)

Em 2017, Danny produziu com o DJ paraibano Fabregas, o primeiro EP da artista, o ‘Epika’. Danny foi garantindo o sucesso e ganhando olhares de outras atrações do segmento, no cenário nacional, como Pabllo Vittar que por dois anos consecutivos teve Danny como atração convidada de seu bloco.

Danny Bond já tem mais de 15 milhões de views com seus videoclipes no YouTube, além de mais de 3 milhões de streams com o lançamento do single ‘Te Deixo Crazy’ em parceria com o carioca Thiago Pantaleão. Seus ouvintes mensais ultrapassam o número de 235 mil no Spotify. Danny Bond também foi a primeira mulher transexual negra a pegar o topo da parada de vendas do Itunes Brasil com o single ‘Traz O B’, alcançando a marca novamente com o single “Barbie”. Além de ser a primeira artista LGBTQIA+ a participar do quadro ‘Acústicos Do Sofá’ da plataforma TIDAL, sendo a edição com o maior engajamento.

O single ‘Tcheca’, um dos seus maiores sucessos, a canção ganhou uma versão de mashup com a música ‘Say So’ da cantora americana Doja Cat e viralizou no TikTok, com isso Danny é convidada para ser comentarista do Prêmio Billboard Music Awards 2021, onde Doja Cat era indicada.

Desdobramento da música ‘Tcheca’ é também a campanha publicitária do banco digital WillBank, estrelada por Danny Bond, fazendo da mesma a primeira mulher trans no Brasil a estrelar uma campanha bancária.

Quem é Danny Bond, fenômeno Pop conhecida como ‘Rainha do Jacintinho’
Danny Bond, fenômeno Pop conhecida como ‘Rainha do Jacintinho’ 2. Foto: Divulgação

Devido ao preconceito, falta de apoio e oportunidades, travestis e transexuais vivem às margens da sociedade alagoana. Danny Bond, portanto, vem como um símbolo de resistência e continuidade. Reconhecida como uma das principais porta-voz dos direitos LGBTQIA+, Danny Bond foi uma das embaixadoras do projeto ‘As Vozes do Funk LGBTQIA+’, em parceira com sua distribuidora ONErpm e o Instagram Brasil.

Viver em um mundo de preconceito e julgamentos sendo uma mulher transsexual, negra e da periferia não é fácil. Danny Bond é um exemplo da luta diária que um membro que pertence a tantas comunidades de minorias enfrenta. Através da música, ela tira seu sustento e de outras pessoas. Para chegar onde chegou, precisou do apoio de muitos jovens, produtores e profissionais que também pertencem a esses segmentos e Danny tem como prioridade consumir e trabalhar com pessoas do segmento e assim fomentar o ciclo de fazer o dinheiro girar entre eles.

Voz contemporânea, repleta de significados, Danny consegue levar Alagoas para o Brasil inteiro, assim como os artistas: Djavan, Mano Walter e Hermeto Pascoal. Atualmente, a artista possui mais de 342 mil seguidores apenas no Instagram.

Escrito por Láisa Naiane

Ilustrações de Rihanna e Carmen Miranda no livro "Histórias de Ninar para Garotas Rebeldes" | Foto: Divulgação/editora Planeta

Rihanna e Carmen Miranda fazem parte do novo livro da série “Histórias de Ninar para Garotas Rebeldes”

BBB22: Luciano, do time Pipoca, já tentou a fama como “sexólogo de YouTube”