Kanye West e Marilyn Manson em evento do "Donda" / Foto: Getty Images (uso autorizado)
in ,

Kanye West libera música com participação de Marilyn Manson e DaBaby

Após três adiamentos, o novo álbum do Kanye West saiu domingo (29) e por algumas horas, “Donda” não possuía as participações de Marilyn Manson e DaBaby anunciadas na última quinta-feira (26).

O cantor esteve presente na audição coletiva e assina “Jail”, música que originalmente possuía “feats” com JAY-Z  e Francis & The Lights. A mudança levou a uma enxurrada de críticas reverberou na internet.

DaBaby, Kanye West e Marilyn Manson durante evento do álbum “Donda” / Foto: Getty Images (uso autorizado)

Então, quando “Jail” chegou domingo, muitos acreditavam que a troca para os planos originais tinha ligação direta com as críticas ao passado de Marilyn Manson, acusado de abuso sexual e agressão, e do DaBaby, rapper que proferiu falas homofóbicas e sorofóbicas durante um show, e que também estava na música.

Leia mais

No entanto, horas depois do lançamento do “Donda” a versão oficial com Manson e DaBaby foi liberada batizada de “Jail Pt. 2”.

Até Kim Kardashian precisou se justificar ao participar do mesmo evento que DaBaby e Manson. Segundo a revista People, Kim não sabia das escolhas de Kanye para o álbum e apenas aguardou o seu momento de entrar em cena dentro de uma sala próxima a réplica da casa do rapper, posicionada no centro do estádio.

“Ela estava sentada dentro de uma suíte de frente para a parte de trás da casa no palco, então ela não poderia vê-los de seu ponto de vista (…) Ela não estava por dentro de tudo sobre o que estava acontecendo no show. Ela só estava ciente do que Kanye havia pedido que ela fizesse, e ela estava disposta a ajudá-lo.”

A atriz Evan Rachel Wood, uma das que acusam Manson de abusos sexuais e emocionais, respondeu à presença do cantor no evento de Kanye West: “para os amigos sobreviventes que levaram um tapa na cara essa semana, amo você. Não desista”. A frase veio acompanhada de uma apresentação da música “You Get What You Give”, do New Radicals.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Evan Rachel Wood (@evanrachelwood)

A atriz, que está no elenco da série “Westworld”, conta que foi manipulada pelo cantor quando ela ainda era jovem. Ela e Manson anunciaram o namoro em 2007, quando ela tinha 19 anos e ele 38.

“O nome do meu abusador é Brian Warner, também conhecido mundialmente como Marilyn Manson. Ele começou a me aliciar quando eu ainda era uma adolescente e abusou terrivelmente de mim por anos”, relatou.

“Eu sofria lavagem cerebral e fui manipulada à submissão. Estou cansada de viver com medo da retaliação, difamação ou de chantagens. Eu estou aqui para expor esse homem perigoso e denunciar às indústrias que o permitem atuar, antes que ele arruíne mais vidas. Eu estou ao lado das muitas vítimas que não vão mais se silenciar”, declarou. Outras cinco mulheres também fizeram acusações.

 

Escrito por Amanda Faia

Justin Bieber gosta de acariciar pés

Justin Bieber gosta de acariciar pés

Kanye West: Ariana Grande não aparece nos créditos de “Donda”