Foto: Divulgação
in ,

POPlinês: Inês Brasil fala sobre Luísa Sonza, Harry Styles, Ludmilla, Gloria Groove e mais!

O quinto episódio do POPlinês já está no ar!

Os últimos dias foram agitados no mundo na música e Inês Brasil comentou as notícias mais bombásticas no quinto episódio de POPlinês!

Neste sábado (30), a rainha dos memes falou sobre a revelação de Luísa Sonza de quanto investe em seus clipes; a crítica de Billy Porter à capa da Vogue que estampava Harry Styles de vestido; a homenagem de Fiuk a Harry Styles no “Domingão com Huck”; a recusa de Ludmilla em participar do Prêmio Multishow por não se sentir representada; e a repercussão da música “A Queda” de Gloria Groove. Ufa!

Confira o vídeo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por POPline 🎧 (@portalpopline)

Luísa Sonza: “Eu vejo meus clipes como apartamentos. Tenho um de 1,5m que é ‘Modo Turbo'”

Luísa Sonza deixou claro que está envolvida em todos os aspectos de sua carreira, principalmente quando se trata de negócios. “Tem que ser muito 360, não dá para fazer só música“, disse ela em entrevista à Exame.

A cantora, que está colhendo os frutos do sucesso do álbum “Doce 22“, sabe como controlar as rédeas de sua carreira. “Eu sou uma pessoa extremamente controladora e eu sei que eu consigo vender meu produto melhor do que qualquer pessoa, porque eu conheço ele, eu conheço meu público“, disse ela.

Luísa contou que costuma acertar o quando sua música vai fazer sucesso. Quando erra, é para mais: ela esperava um top 15 para “Garupa” (com Pabllo Vittar), mas veio top 5.

“Eu mesma invisto na minha carreira. Eu sou meu próprio produto, eu sou meu próprio investidor” – Luísa Sonza.

Apesar de não se considerar uma pessoa consumista, Luísa Sonza admitiu que tem uma “carreira cara” e não economiza com isso.

Eu vejo meus clipes como meus apartamentos. Eu tenho apartamento de 1 milhão e meio que é ‘Modo Turbo’, tem ‘Anaconda’ que é 1 mihão, tem ‘VIP *-*’ que foi 700 mil. E meus aluguéis são os streamings. Ao mesmo tempo eu agrego valor à minha empresa que é a Luísa Sonza“, explicou.

Billy Porter reclama de Harry Styles de vestido na Vogue: “Eu fui o primeiro”

Harry Styles saiu na capa da Vogue representando a moda não binária (peças tradicionalmente masculinas e femininas se misturam, independente do gênero) em novembro do ano passado, mas ainda dá o que falar! Quem abordou o tema em entrevista foi o premiado ator e cantor Billy Porter, que recentemente teve destaque na nova versão do filme “Cinderela”. Ele sentiu falta de ter seus próprios créditos, já que acredita que foi o primeiro a levantar essa bandeira.

Por outro lado, Harry Styles se tornou o primeiro homem a usar um vestido na capa da Vogue, a bíblia fashion. Para Porter, essa foi uma escolha equivocada. Foi o que ele disse ao Sunday Times Style.

“EU, pessoalmente, mudei todo o jogo. E isso não é ego, é apenas um fato. Fui o primeiro a fazer isso e agora todo mundo está fazendo”, falou.

 

Escrito por Luíza Tozzato

Deolane Bezerra crítica amigos de MC Kevin: “Não vão me abater”

Imperatriz, Vila Isabel e Salgueiro decidem sambas-enredos no “Seleção do Samba”