cancelado
Foto: Gerardo Mora/Getty Images
in

DaBaby é retirado de mais um festival após escândalo

Atitudes de homofobia e sorofobia de DaBaby faz rapper ter rejeição.

DaBaby está tendo muitas perdas depois do escândalo de homofobia e sorofobia que soltou em show. O rapper está sendo retirado de campanhas publicitários e festivais, que não discordam com essas atitudes e não querem ligar suas imagens com algo tão preconceituoso. O mais recente festival que confirmou a saída dele é o Governors Ball Festival, que vai acontecer em setembro em Nova York.

homofóbico
Foto: Noel Vasquez/Getty Images

A organizadora do festival emitiu um comunicado:

A Founders Entertainment não tolera e não tolera ódio ou discriminação de qualquer tipo. Saudamos e celebramos as diversas comunidades que fazem de Nova York a maior cidade do mundo. Obrigado aos fãs que continuam a falar sobre o que é certo. Junto com você, continuaremos usando nossa plataforma para o bem.

Leia mais: 

DaBaby já teve seu show cancelado no Lollapalooza. Além disso, já perdeu um contrato com a grife boohooMANfoi removido do line-up do festival inglês Parklife, e viu o remix de “Levitating”, da Dua Lipa com participação dele, parar de tocar nas rádios.

O Governors Ball Festival continua com grandes nomes confirmados como Billie Eilish, Post Malone, J Balvin, entre outros.

Entenda o caso de DaBaby

Durante um show no Rolling Loud Festival, em Miami, no domingo passado (25/7), DaBaby disparou: “se você não apareceu hoje com HIV, AIDS ou qualquer uma dessas doenças sexualmente transmissíveis, ligue a lanterna do seu celular. Rapazes, se vocês não estão chupando um pau no estacionamento, liguem a lanterna do seu celular”.

Em seguida, DaBaby apareceu no Instagram para se explicar. Disse que sua performance no show foi distorcida e avaliada fora de contexto em um vídeo de seis segundos. Mas voltou a fazer um discurso discriminador.

sapato na cara
Foto: Rich Fury/Getty Images

“Mesmo meus fãs gays, eles não têm a porr* da AIDS, seus idiotas. Eles não têm AIDS. Meus fãs gays se cuidam. Eles evitam isso. Não são gays nojentos. Não são viciados. Meus fãs gays têm classe. Eles não são babacas em um estacionamento. Você tem que pegar um quarto. Um bom, em um hotel cinco estrelas. Até meus fãs gays têm padrões”, disparou.

Artistas como Dua Lipa, Elton John, Anitta, Demi Lovato, Ariana Grande e Madonna se pronunciaram sobre o caso, recriminando as falas do rapper. Em seguida, ele lançou um clipe, novamente controverso, tratando da AIDS com descuido.

Escrito por Caian Nunes

Inês Brasil quer processar equipe de Danilo Gentili por difamação

BTS: Suga explica porque não gostava de ir à premiações dos EUA