Foto: YouTube
in ,

BTS libera coreografia para versão de Butter com Megan Thee Stallion

J-Hope, Jimin e Jungkook mostraram novos passos!

O BTS liberou um vídeo especial de performance para celebrar a versão de “Butter” com a rapper Megan Thee Stallion nesta quinta-feira (9). Nas imagens disponibilizadas no canal do grupo no YouTube, eles aparecem estreando a coreografia da nova versão da faixa, que já é um sucesso.

Os novos passos de dança são executados com excelência por J-Hope, Jimin e Jungkook em pouco mais de 60 segundos. O novo conteúdo chega após a volta do grupo ao topo da Billboard Hot 100 com a música, que ganhou versos da artista estadunidense. Confira abaixo:

Apesar do sucesso da versão de “Butter” com Megan, ela não superou a original. Geralmente a Hot 100 credita um artista que aparece em um remix quando essa versão rende mais em números do que a original. Portanto, não foi o caso, visto que a rapper não apareceu nos créditos.

A Billboard e explicou: “A música continua a ser creditada exclusivamente ao BTS no Hot 100 e Digital Song Sales, uma vez que a atividade total para a original e outras mixagens feitas exclusivamente pelo grupo ultrapassou a do novo remix em métricas gerais, incluindo vendas, durante a semana de acompanhamento”, justificou.

Futuro do BTS no serviço militar pode ser definido nesta semana

Em meio ao sucesso estrondoso do BTS, com direito a Hall da Fama do Guinness World Records e primeiro lugar nos charts, um assunto assombra os fãs: serviço militar obrigatório. Na Coreia do Sul, todo homem deve servir ao Exército por dois anos, em algum momento entre os 18 e os 28 anos. Jin e Suga estão muito próximos da idade limite e o que não falta são rumores sobre o futuro do grupo de K-Pop.

(Foto: Facebook/BTS – 방탄소년단)

Em dezembro de 2020 a lei do serviço obrigatório foi mudada, garantindo aos artistas de pop com reconhecimento internacional o poder de adiar o alistamento até os 30 anos. Há anos políticos sul-coreanos vêm defendendo tal mudança, principalmente por conta da contribuição que muitos idols oferecem ao país — como é o caso do BTS, grupo de K-Pop mais famoso atualmente.

Recentemente um oficial militar sul-coreano de alta patente chamado Jung Seok Hwan confirmou que “adiar o alistamento do BTS é de interesse nacional” já que eles ajudam a aumentar o valor da marca nacional da Coreia do Sul.

Leia mais:

Agora, de acordo com a emissora YTN, conforme noticiado pelo portal de busca Naver, nesta quinta-feira (9) será discutida na comissão de Defesa Nacional da Coreia do Sul a possível isenção do serviço militar obrigatório para RM, Jin, Suga, J-Hope, Jimin, V e Jungkook.

Como o serviço militar obrigatório envolve uma questão história e social muito importante para os sul-coreanos, é importante reforçar que qualquer decisão sobre o futuro do BTS deve ser respeitada.

Escrito por Douglas Françoza

Homem-Aranha: Andrew Garfield volta a negar sua participação em “Sem Volta Para Casa”

Games devem movimentar mais de R$ 5 bi no Brasil em 2021

Games devem movimentar mais de R$ 5 bi no Brasil em 2021