BTS: Jin explica figurino e cenário para suas fotos de "BE"
(Foto: Divulgação)
in ,

BTS: Jin fala sobre chegada do serviço militar obrigatório

Jin está prestes a completar 28 anos – idade limite para começar a servir ao Exército na Coreia do Sul.

O BTS vai parar tudo para servir ao Exército na Coreia do Sul? Tudo leva a crer que sim, quando chegar a hora certa. O grupo concedeu uma coletiva de imprensa nesta sexta (20/11) para falar de seu álbum novo, “BE”, e jornalistas perguntaram sobre o serviço militar obrigatório. Coube a Jin responder.

“Como cidadão do sexo masculino da República da Coreia, o alistamento obrigatório é um fato. Quando o país convocar, teremos o maior prazer em responder. Estou planejando servir diligentemente quando chegar a hora. Os membros do BTS e eu temos discutido esse assunto com frequência e todos concordamos que queremos cumprir nossas obrigações militares”, disse Jin.

(Foto: Divulgação)

Serviço militar é obrigatório na Coreia do Sul

Na Coreia do Sul, todo homem deve servir ao Exército por dois anos, em algum momento entre os 18 e os 28 anos. Jin está completará 28 anos de idade no próximo dia 4 de dezembro. SUGA também fará 28 anos em breve – em 9 de março. Isso significa que os dois chegaram ao prazo-limite e teriam que se ausentar do BTS para cumprir os deveres militares.

Fãs de K-Pop, em geral, estão acostumados com essa realidade. Ao longo da carreira de diferentes boygroups, membros vem e vão por conta do serviço militar. É comum grupos trabalhem com integrantes a menos, por conta do Exército.

BTS
(Foto: Reprodução / YouTube)

O caso do BTS, no entanto, é diferente. Há rumores de que o grupo possa optar por um hiato de dois anos para que todos os integrantes cumpram o serviço militar juntos, em vez de seguir trabalhando com um ou dois membros a menos. Extraoficialmente, dizem que a Big Hit Entertainment prefere que o BTS seja sempre visto em sua formação original.

Houve um movimento interno na Coreia do Sul para tentar liberar o BTS de seus deveres militares. Políticos defenderam que o grupo deveria ser dispensado, porque serve ao país de outra maneira – muito eficaz também. Mas a movimentação não deu em nada.

Em outubro, a administração do serviço militar da Coreia do Sul emitiu uma declaração oficial afirmando que o BTS não ficará isento do serviço militar. Isso significa que, de fato, Jin e SUGA estão prestes a servir. Resta saber qual será a decisão oficial da Big Hit quanto ao todo.

Escrito por Leonardo Torres

Podcast: Mahmundi fala sobre projeto que celebra a vida e arte de artistas pretos n programa de rádio POPline na FM O Dia!

Podcast: Mahmundi fala sobre projeto que celebra a vida e arte de artistas pretos no programa de rádio POPline na FM O Dia!

Ariana Grande supera Cardi B e Billie Eilish no Reino Unido