(Foto: Twitter/@bts_twt)
in ,

Sem BTS, ARMY faz seu próprio ‘show online’ com 50 mil pessoas

Não é só o grupo de K-Pop que bate recordes, viu?

O BTS é conhecido por quebrar recordes, tanto é que agora fazem parte do Hall da Fama do Guinness World Record. No entanto, uma fã do grupo de K-Pop viralizou nas redes sociais após performar seu próprio “show online” para 50 mil pessoas no Twitter Spaces!

Ex-‘vocal coach’ do BTS diz quem é o mais fácil de treinar

(Foto: Twitter/@bts_twt)

A fã não teve seu nome revalado, mas ficou conhecida pelo user @CARROTBUNK00 e o apelido “Yoongi’s gf” (“namorada do Yoongi”, nome de batismo de Suga). Ela abriu uma sala no Twitter Spaces no último domingo (6) com o seguinte título: “BTS mas eu estou gritando as letras“.

Rapidamente a transmissão chamou a atenção de outros ARMYs e a hashtag #btsbutimscreamingthelyrics foi parar no Trending Topics. A curiosidade da galera prevaleu e cerca de 50 mil pessoas deram uma passadinha para escutar a cantoria. O recorde anterior de pessoas no Twitter Spaces era de 44.208 mil, mas foi superado pela fã do BTS.

Confira alguns trechos da transmissão:

Leia mais:

BTS: Fã-clube chinês do Jimin é suspenso por apoio “irracional”

Até que ponto é saudável ser um fã que apoia um ídolo incondicionalmente? Essa é uma questão para a rede social Weibo, que é muito popular na China. Eles decidiram suspender a conte de um fã-clube do Jimin, membro do BTS. O motivo? O apoio “irracional”.

A suspensão aconteceu no dia 5 de setembro depois de 60 dias de postagens ininterruptas com uma campanha de “vaquinha” arrecadando dinheiro para comemorar o aniversário do Jimin, que será em 13 de outubro. A ideia era customizar um avião, algo bem grandioso. Já havia até um acordo com a companhia aérea Jeju Air, incluindo passagens e copos personalizados.

De fato, essa decisão segue a recente repressão às celebridades e à cultura de fãs pelo governo chinês, que é bem controlador.

BTS - Fã-clube chinês do Jimin é suspenso por apoio irracional
Foto: Big Hit Music

O Weibo é estritamente contra o apoio irracional de celebridades e está pronto para tomar medidas sérias. Weibo continua comprometido em cumprir nossas responsabilidades sociais e corporativas e fortaleceu nossa governança sobre fandoms a fim de limpar sua conduta online”, afirmou Weibo em um comunicado. “Quando um ato de apoiar uma celebridade for determinado como irracional, vamos lidar com isso com seriedade”, completa.

Além do avião personalizado, o fã-clube iria colocar anúncios em veículos de grande circulação como o The New York Times e o The Times. Eles queriam ser os primeiros fãs a aparecerem nesse tipo de ação. Mesmo após serem suspendidos, os planos continuam. No entanto, é preciso muito dinheiro para se concretizar.

Uma conta do Twitter do fã-clube continua ativa.

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Ilha Record: Bate-boca tenso entre Nadja Pessoa e Valesca viraliza

Membro do Cannibal Corpse dispara contra Travis Barker e Kourtney Kardashian: “Posers”