in ,

Retrospectiva Zone Brasil: 2018 foi O ano do sertanejo no país, o funk se destacou nas paradas e as colaborações caíram no gosto do público!

2018 está se despedindo e marcou o período que o POPline estreou a nova aba, Zone Brasil, voltada para ritmos populares no país como o sertanejo, MPB, funk, axé, rap… Ao longo do ano pudemos ver o florescer de projetos inovadores como a gravação do DVD “Todos os Cantos”, de Marília Mendonça, em que a cantora passará por todas as capitais do Brasil fazendo shows surpresas e gratuitos. Já Luan Santana fez as vezes de músico itinerante com o seu Live-Móvel e se apresentou de surpresa tanto em grandes cidades como São Paulo, mas também no município menos populoso do país, no povoado de Olho D’Água do Meio, zona rural de Piranhas, no sertão do Alagoas. Contudo, nenhum outro músico no Brasil teve a repercussão dos paulistas Zé Neto e Cristiano!

Os reis da parada musical em 2018

De origem humilde Zé Neto e Cristiano já trabalharam na lida com a terra antes de se consagrarem como músicos. E os números da dupla impressionam! Eles foram os artistas mais ouvidos do Brasil no Spotify, o clipe da música “Largado Às Traças foi o vídeo mais visto no país pelo YouTube e ainda ganharam o prêmio Melhores do Ano do Domingão do Faustão como a música do ano para “Largado Às Traças”. O reinado deles foi incontestável em 2018, mas o que vem por aí em 2019? Em entrevista ao POPline os meninos garantiram: “Ano que vem temos muitas novidades. Vamos surpreender o público”!

Felipe Araújo – muito mais do que o irmão de Cristiano Araújo

Com apenas 23 anos Felipe Araújo dominou as paradas do Brasil com a música “Atrasadinha” em parceria com Ferrugem e se afastou da alcunha de irmão de Cristiano Araújo, sertanejo morto em um acidente de carro em 2015, para se consagrar tão somente como Felipe Araújo! Além de ficar em n°1 no Spotify Brasil, em um dueto com Ludmilla na música “Clichê”, o cantor teve o privilégio de ter uma de suas canções na trilha sonora do casal protagonista da novela das 9 e aproveitando o sucesso ainda encerrou o ano lançando “Viral Pisadinha” em parceria com o panamenho Joey Montana como a sua primeira aposta para a carreira internacional. Suerte Felipe!

Jerry Smith, o homem dos feats no Brasil

O baiano de 24 anos apesar de ainda não ter um álbum lançado dominou o Top 10 do Spotify aparecendo em duas músicas que pegaram bastante! Em um mês de lançamento, a música “Quem Me Dera”, de Márcia Fellipe com a participação de Jerry já estava com 100 milhões de visualizações no YouTube. Além disso, Jerry colaborou com outro sucesso, “Não Fala Pra Mim”, com Humberto e Ronaldo.

Ferrugem e o pagode romântico em alta!

Nos anos 2000 o pagode romântico era uma das sensações musicais do país. Artistas como Rodriguinho, Sorriso Maroto, Jeito Moleque e Belo marcaram uma geração de fãs apaixonados. Em 2018 esse gênero voltou com tudo através do carioca Ferrugem, evidenciado pelo lançamento do seu DVD “Prazer, Eu Sou Ferrugem”. Versátil, Ferrugem ainda revelou em entrevista ao POPline que um dos seus objetivos é se consagrar também como cantor de rap. “Pretendo desenvolver um trabalho paralelo ao samba e lançar um CD de rap, que já estamos produzindo. Acho que nesse estilo vou poder falar de assuntos em que não toco por cantar letras mais leves no pagode romântico. Um dos meus grandes sonhos, inclusive, é gravar com Mano Brown”!

Pagodão baiano em destaque com Léo Santana

Na astrologia há um fenômeno chamado retorno de Saturno, que acontece quando o indivíduo tem entre 29 e 30 anos, em que o planeta Saturno, que é o das nossas crises pessoais, retorna ao ponto inicial de quando nascemos. Por conta desse fenômeno, muita gente tem aquela famosa “crise dos 30”, mas em outros casos é o momento de grandes oportunidades e consolidação. E foi isso que aconteceu com Léo Santana! O gigante completou 30 anos em abril e foi só sucesso! Participou de grandes festivais em todo Brasil chegando a fazer 25 shows por mês e mesclou o pagodão baiano com vários ritmos como forró, sertanejo, funk e até arrocha. Léo Santana esteve em todas!

O funk andando de mãos dadas com o potencial viral da internet

O canal do YouTube Kondzilla, especializado em produzir novos artistas, principalmente do funk, mostrou em 2018 porque se tornou o canal com maior número de inscritos no Brasil, com mais de 44 milhões de pessoas! Através dos seus vídeos, geralmente em linguagem descolada e moderninha, o Kondzilla foi responsável por sucessos das paradas brasileiras em 2018. MC L da Vinte, sucesso com o hit “Parado no Bailão”, MC Loma e as Gêmeas Lacração, da música do carnaval “Envolvimento”; Kevinho, que é um dos grandes sucessos do Brasil em Portugal e Dennis DJ, por exemplo, são artistas que conseguiram ter músicas de sucesso em 2018 graças às produções virais do canal.

MPB repaginada! Chico Buarque, Gilberto Gil, Gal Costa e Maria Bethânia lançaram trabalhos inéditos em 2018

Não tem como falar em música nacional sem lembrar da MPB, né? O gênero que nasceu no Brasil, assim como a Bossa Nova, expandiu a cultura nacional para o mundo e teve um ano de lançamentos dos seus grandes medalhões! Chico Buarque lançou o tão esperado registro ao vivo da turnê Caravanas em DVD e CD. Já Gilberto Gil reluziu lúcido, atual e mais atento do que nunca no sensível disco: “OK OK OK” onde cantou com ternura sobre momentos difíceis que passou no hospital em decorrência de problemas de saúde, falou sobre o excesso de reivindicações por sua opinião como uma pessoa pública e também das relações de fraternidade na família!

Já Gal Costa surgiu com a pegada dance dos anos 1970 no animadíssimo “A Pele do Futuro” que contou com a mescla de MPB e sofrência na participação de Marília Mendonça em “Cuidando de Longe”. A celebração entre o samba do recôncavo baiano e de Xerém foi vivenciada em um registro primoroso de Maria Bethânia e Zeca Pagodinho que presenteou os fãs com um DVD de 44 músicas reunindo duetos e canções clássicas de ambas carreiras.

Estamos ansiosos pelas novidades da música brasileira em 2019!

Escrito por Helena Marques

Rap domina ranking dos álbuns mais vendidos e de música via streams nos Estados Unidos; veja o Top 50

Ariana Grande é vista gravando com diretora de “thank u, next”