banner com link para rádio globo
Foto: Instagram (@alanis)
in ,

“Olive Branch”: Alanis Morissette se desculpa em nova música

Lançamento coincidiu com anúncio de nova turnê e com apoio do Garbage.

Para anunciar seu retorno aos palcos em uma grande turnê, Alanis Morissette colocou nas plataformas digitais uma nova música que é um grande pedido de desculpas: “Olive Branch”. A música foi co-escrita por Alanis e Michael Farrell com produção de Michael Farrell e Henrik Jakobsson.

Leia mais:

“Este é o lugar onde a justiça termina / É um alívio acenar esta bandeira branca atrasada e / Meus pontos cegos te torturaram o suficiente / Quanto sal eu poderia derramar / Pensar que me chamei de amigo? E aqui está meu ramo de oliveira / Eu sinto muito / Mea culpa/ Estou chegando para fazer as pazes / Estou pronta para as consequências”, canta Alanis.

“Oliver Branch” chama atenção para a estreia da “Jagged Little Pill 25th Anniversary Tour” que começa em junho pela Europa, depois América do Norte e depois Austrália e Nova Zelândia. E Alanis não estará sozinha. A banda Garbage estará como atração convidada em algumas cidades.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Alanis Morissette (@alanis)

Leia mais:

Alanis Morissette faz críticas ao documentário “Jagged” da HBO

Alanis explicou em uma carta aberta o motivo de não divulgar “Jagged”, o documentário da HBO que documenta sua ascensão à fama e o lançamento do álbum “Jagged Little Pill” (1995). “Fui iludida por uma falsa sensação de segurança e sua agenda lasciva tornou-se evidente assim que vi o primeiro corte do filme. Foi quando eu soube que nossas visões eram de fato dolorosamente divergentes. Esta não foi a história que concordei em contar”, disse a cantora em um comunicado.

Alanis no documentário “Jagged”. Foto: YouTube (HBO).

“Não muito diferente de muitas ‘histórias’ e biografias não autorizadas ao longo dos anos, esta inclui implicações e fatos que simplesmente não são verdadeiros”, diz a artista. No comunicado, Alanis não revela quais elementos do filme são falsos.

No documento, a cantora e compositora discute suas experiências pessoais como estupro. Durante uma entrevista no filme, Alanis diz: “Eu achava que estava consentindo, e então me lembrava, ‘Ei, você tinha 15 anos, você não está consentindo aos 15. Oh sim, eles são todos pedófilos”. Contudo, Alanis não revela a identidade dos homens que teriam cometido tal ato.

Escrito por Amanda Faia

Vem aí? Larissa Manoela e João Guilherme reagem às previsões de filhos

Lina e Natália falam de representatividade caso vençam a prova do líder