Lorde adia shows em seu próprio país para 2023
Foto: BEN SKLAR
in ,

Lorde adia shows em seu próprio país para 2023

“Eu prefiro esperar e tocar para vocês em um momento mais tranquilo”, explicou ela.

Lorde teve que mudar algumas datas de sua turnê “The Solar Power Tour”. As datas na América do Norte e Europa continuam inalteradas, mas a mudança aconteceu logo no próprio país da cantora, Nova Zelândia, além da Austrália. O motivo? A pandemia da covid-19, que voltou a se agravar nos países.

O que chamou atenção é que as datas passaram para 2023. Os fãs ficaram impressionados com a mudança, porque está a mais de um ano de espera. Em compensação, alguns shows extras foram adicionados à lista.

Veja as datas:

Lorde adia shows em seu próprio país para 2023
Foto: Divulgação

Leia Mais:

“Estou devastada em adiar os shows. Começar a turnê na NZ era muito importante pra mim e seria incrível. A verdade é que fazer uma turnê em uma pandemia de COVID acarreta uma série de imprevistos, eu prefiro esperar e tocar para vocês em um momento mais tranquilo” — Lorde

A situação da Covid-19 na Nova Zelândia voltou a ser crítica. Se há pouco tempo o país tinha 0 casos diários de contaminação, o gráfico subiu e já chegou a um pico de 204 novos casos. Para um país que sempre teve a pandemia sob controle, isto é alarmante e novas medidas estão sendo tomadas.

Lorde adia shows em seu próprio país para 2023
Gráfico: Google

Na Austrália, a situação é muito similar. Por isso o adiamento da turnê.

Lorde chegou a comemorar 100 dias sem covid-19 na NZ

Em entrevista à Interview Magazine de novembro de 2020, Lorde falou sobre a situação do seu país que passou 100 dias sem casos, só com situações bem isoladas.

Comparando com os Estados Unidos, ela disse: “Isso provavelmente não é realista, mas sinto que mais está sendo feito por aqui. Sinto que nosso governo é mais proativo em reconhecer que vivemos em um clima em rápida mudança e que a legislação deve refletir isso. As pessoas se preocupam na Nova Zelândia. Você não consegue não se preocupar quando você mora lá. Está em cada parte de quem somos e como vivemos. É a única coisa que importa. Não há nada menos legal do que não se preocupar com o meio ambiente na Nova Zelândia, o que eu adoro“, contou ela.

“Passamos 100 sólidos dias sem COVID. Foi uma boa corrida”, apontou ela.

O confinamento na Nova Zelândia foi severo, mas deu certo. “Os habitantes de Auckland e os neozelandeses se submeteram a um plano que funcionou duas vezes e venceram o vírus novamente“, disse Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia.

Escrito por Caian Nunes

Lady Gaga mostra transformação em seu primeiro vídeo no The Voice

Lady Gaga mostra transformação em seu primeiro vídeo no TikTok

Aberta venda de ingressos para Greta Van Fleet no Brasil em 2022