in

Entrevista: Noah Cyrus fala sobre suas músicas, o álbum de estreia e como lida com a fama desde pequena

Noah Cyrus, a irmã mais nova de Miley, cresceu, sofreu de amor e aceitou seguir o caminho natural da família: a música. Filha do cantor country Billy Ray Cyrus e irmã de uma popstar, não demorou a conseguir contrato com uma gravadora e com o escritório de agenciamento artístico Maverick – o mesmo de Britney, Madonna, Paul McCartney, Nicki Minaj e, também, Miley. Aos 17 anos, ela está preparando seu primeiro álbum, “NC-17”. O primeiro single, “Make Me (Cry)”, entrou no Top 50 da Billboard Hot 100 e bateu 48 milhões de acessos no Youtube.

A adolescente sabe que toda essa atenção ao início de sua carreira se deve à árvore genealógica, mas está disposta a superar isso. Já disse em entrevistas que esperava comparações com a irmã, e as compreende. Mas, quando você vai entrevistá-la, uma das recomendações da equipe é: nada de perguntas sobre Miley. O POPline, claro, quebrou o protocolo e tocou no assunto (como não?), mas teve que lidar com a ligação caindo no meio do papo. Coincidência ou não, nunca se saberá. Noah, no entanto, se demonstrou muito aberta em todos os tópicos abordados e não se negou a responder nada. Confira!

Você vem de uma família bastante musical. Teve alguma dúvida sobre ser cantora?
Não, nunca tive nenhuma dúvida, mas dei tempo para as coisas acontecerem corretamente.

Quando você percebeu que tinha uma boa voz para cantar?

Quando eu estava com cerca de 14 anos. Comecei a compor sozinha, e meu pai me levou para me apresentar em um pequeno café. Ali entendi que era esse mesmo o caminho que eu iria seguir.

Fazer parte de uma família famosa na indústria da música te ajuda ou te atrapalha, como uma artista iniciante?
Acho que nem um nem outro. Definitivamente, traz atenção para mim, mas eu tenho que fazer uma ponte para meu próprio trabalho. Tenho meu empresário, minhas músicas, e quero ser reconhecida por isso.

Você cresceu nos bastidores de programas de TV, de premiações, de turnês. Quando a gente faz uma busca por seu nome na Internet, encontra fotos de várias fases de sua vida feita por paparazzi. Como você lida com a fama?
Eu acho… acho que… (gagueja) não ligo muito para essa coisa de “celebridade”, de verdade. Mas é algo que sempre aconteceu, desde que eu era muito pequena. Eu achava estranho, mas estava lá.

noah-cyrus

Paparazzi te incomodam?
Hum, não, não me incomodam muito. Acho chato, mas não é uma coisa grande para mim. Era sempre por causa da minha irmã, da minha mãe, do meu pai… Não, nunca me incomodou de verdade.

Você disse à revista V que o álbum “Joanne” de Lady Gaga é uma inspiração para você, que está desenvolvendo seu primeiro disco. O que podemos esperar do “NC-17”?
Eu realmente tenho ouvido muito Lady Gaga. Artistas como ela, Ed Sheeran, Lana Del Rey, Bruno Mars, de diferentes estilos, são verdadeiras inspirações para esse álbum.

O primeiro verso que te ouvimos cantar foi “I never needed you like I do right now” (nunca precisei de você tanto quanto agora), no single “Make Me (Cry)”. Essa música é para alguém em específico?
Hum… Era, quando eu escrevi. Era sobre alguém com quem eu estava em uma relação quando compus, e éramos muito próximos. Acho que essa música se tornou sobre ele, quando compus. Mas, agora, quando eu canto, não sinto mais que é sobre essa pessoa.

noah-cyrus-cr-joseph-llanes-press-bb31-2016-billboard-1548

Essa música tem participação do Labrinth. Vai ter mais participações nesse álbum?

Não tenho certeza. Não sei mesmo. Mas trabalhei com muitas pessoas nesse último ano, muitos compositores, produtores e amigos.

Seu primeiro clipe teve 42 milhões de acessos até o momento. Sua irmã é conhecida por quebrar recordes na VEVO. Você tem esse tipo de ambição, com números e paradas?
Não, acho que não. Não é uma competição. Bem, pessoas, nós temos músicas para todos os gostos, muito diferentes. Não tem que ser uma competição.

Você falou para o ET Online que não gosta de pegar conselhos com Miley, mas sei que vocês tem uma ótima relação. O que você mais admira nela?
(fala bastante séria) Eu nunca falei isso! Acho que foi distorcido um pouquinho. Alguém me perguntou se eu pedia conselhos à minha irmã sobre a carreira, e eu disse que prefiro seguir meu caminho. Mas eu tenho conselhos da minha família o tempo inteiro. Eu peço, também. É bom deixar isso claro. Ela é minha irmã mais velha e eu realmente a admiro muito, porque…

Sua voz é cortada. Uma música começa a tocar na linha, do nada. Leva alguns segundos para a ligação ser retomada.

Noah: Uau! (mais leve) Voltamos. O que eu mais admiro na Miley, depois disso tudo? (risos) Ela é muito confiante, e prega sobre sentir-se bem e saudável como você é, independente de como. Ela é muito orgulhosa de quem ela é, faz declarações muito contundentes sobre isso e acho isso muito legal.

E sobre seu pai?
Meu pai? Eu sempre vou amá-lo. Eu amo muito sua música. Sempre o admirei. Meu pai entra em qualquer lugar e todo mundo quer conservar com ele, porque é uma pessoa incrível. Ele é inteligente, e pode falar por horas com você. Acho isso muito legal. Ele é muito legal.

noah

Quando você vai lançar seu próximo single?
Eu não sei! (risos) Eu acho que ainda estamos decidindo qual vai ser.

E o álbum?
Acho que não vai demorar muito, mas não quero definir uma data. Prefiro que ele fique pronto e eu fale “ei, gente, aqui está”. Então, é isso, não quero ficar anunciando. Mas não vai demorar muito, acredito.

Você escreve suas próprias músicas. Sobre o que elas tratam?

Eu tenho uma música chamada “Almost Famous”, que é provavelmente a minha mais pessoal nesse álbum. É sobre um relacionamento, quando eu terminei com meu namorado, e descobri depois o quanto aquilo era falso. Ai, não quero ficar falando disso! (se interrompe) Mas eu escrevi a música! Er… É mais sobre como me iludi, quando não sabia que era falso. Então, é muito pessoal.

Quem você acha que vai se identificar com suas músicas?
Eu acho que diferentes pessoas, porque tenho sons bem diferentes no álbum. Isso é muito legal, porque acredito que pode juntar pessoas diferentes, e gosto dessa ideia.

Para terminar, mande um recado para o Brasil!
Oi, pessoal! Eu amo muito vocês! Adoro os recados de vocês no Twitter e no Instagram. Vi que vocês assistiram ao clipe e gostaram, então muito obrigada! Amo vocês.

Escrito por Leonardo Torres

Veja a lista dos 30 cantores mais seguidos do mundo no Instagram

Katy Perry responde fã brasileiro que mandou meme da Gretchen no Twitter