Homofobia
Foto: Rich Fury/Getty Images
in

DaBaby pede desculpas às pessoas com HIV, mas não à comunidade LGBTQIA+

Rapper segue defendendo seu discurso homofóbico durante show.

A novela homofóbica e sorofóbica do rapper DaBaby continua e depois de Dua Lipa se pronunciar sobre a situação e até deixar de segui-lo no Instagram, o rapper voltou a tentar se desculpar. Dessa vez no Twitter, ele pediu desculpas às pessoas com HIV/AIDS, mas não à comunidade LGBTQIA+.

T.I. defende DaBaby após homofobia e coloca Lil Nas X no meio
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

DaBaby utilizou de sua conta oficial no Twitter para, de certa forma, pedir desculpas pelo seu discurso homofóbico e sorofóbico, porém, em seu texto, o rapper só se arrepende de ter falado sobre pessoas com HIV/AIDS e continua defendendo suas falas homofóbicas no show deste fim de semana.

“Qualquer um que tenha sido afetado por AIDS/HIV vocês todos têm o direito de estarem chateados, o que eu disse foi insensível mesmo que eu não tenha intenção de ofender ninguém. Então peço desculpas.

Mas a comunidade LGBT… Eu não tenho problemas com vocês. Os negócios de vocês são os negócios de vocês.”

Leia mais:

O caso de discriminação de DaBaby

Durante um show no Rolling Loud Festival, em Miami, no domingo (25/7), DaBaby disparou: “se você não apareceu hoje com HIV, AIDS ou qualquer uma dessas doenças sexualmente transmissíveis, ligue a lanterna do seu celular. Rapazes, se vocês não estão chupando um pau no estacionamento, liguem a lanterna do seu celular”.

A discriminação repercutiu muito. Na segunda-feira, o rapper T.I. saiu em defesa de DaBaby, em outra demonstração controversa. “Se Lil Nas X pode empurrar as bostas dele em paz, DaBaby também deveria poder #igualdade”, escreveu no Instagram. Não pegou bem também.

sapato na cara
Foto: Rich Fury/Getty Images

Em seguida, DaBaby apareceu no Instagram para se explicar. Disse que sua performance no show foi distorcida e avaliada fora de contexto em um vídeo de seis segundos. Mas voltou a fazer um discurso discriminador.

“Mesmo meus fãs gays, eles não têm a porr* da AIDS, seus idiotas. Eles não têm AIDS. Meus fãs gays se cuidam. Eles evitam isso. Não são gays nojentos. Não são viciados. Meus fãs gays têm classe. Eles não são babacas em um estacionamento. Você tem que pegar um quarto. Um bom, em um hotel cinco estrelas. Até meus fãs gays têm padrões”, disparou.

 

Escrito por Kavad Medeiros

Shakira fará show no Brasil em 2023, diz jornalista

BTS: Jin explica por que não tem postado selfies

Jin vai se tornar tio e sugere single do BTS como nome do bebê