Conheça o 'checklist' para ter sucesso com vídeos no Instagram e Facebook
Conheça o 'checklist' para ter sucesso com vídeos no Instagram e Facebook. Foto: Unplash
in

Conheça o ‘checklist’ para ter sucesso com vídeos no Instagram e Facebook

Meta reuniu uma série de melhores práticas voltadas para os vídeos no Instagram e Facebook; confira

O conteúdo rápido e imersivo em formato de vídeo, tomou conta das redes sociais. O Head do Instagram, Adam Mosseri, em inúmeras oportunidades afirmou que o audiovisual é um dos principais focos de investimento da plataforma. Para o Facebook, não é diferente: a rede social recentemente avisou que os Reels também poderão ser publicados na plataforma e o “Facebook Reels” promete grandes investimentos e novidades nos próximos meses.

Leia Mais:

No entanto, como ter sucesso com os vídeos nas plataformas? Uma das perguntas mais recorrentes para os produtores de conteúdo tanto do Instagram, quanto do Facebook, foi transformada em um “Checklist”. Nesse material desenvolvido pela Meta, os usuários poderão observar se estão seguindo as melhores práticas indicadas pela companhia.

Confira o Checklist para ter sucesso com vídeos no Instagram e Facebook abaixo:

1. Vídeos de verdade, ao invés de composição de fotos é a melhor opção

De acordo com a Meta, incluir algumas fotos não faz mal, mas tome cuidado para elas não dominarem todo o vídeo. Não use isso:

  • Apresentações multimídia de imagens
  • Montagens de texto
  • Vídeos em loop

2. Atender as especificações técnicas

Para manter a qualidade dos vídeos é fundamental seguir os padrões abaixo:

Quadros por segundo:

  • 30 fps

Taxa mínima de bit:

  • Resolução de 720 px: 3 mbps
  • Resolução de 1080 px: 6 mbps
  • Muito texto ou movimento: 6 mbps
instagram-login
Foto: Solen Feyissa/ Unsplash

3. Qual a melhor duração dos vídeos?

A Meta dividiu as possíveis durações de vídeos com base no objetivo da produção, se for uma série ou anúncio, por exemplo. Confira as dicas abaixo:

Os vídeos mais longos são ideais para programas em série, narrativas em desenvolvimento, transmissões ao vivo, etc.

  • De 1 a 3 minutos (bom)
  • Mais de 3 minutos (melhor)

Os vídeos mais curtos são ideais para o compartilhamento de momentos divertidos e interessantes, de teasers, comunicados, enquetes, anúncios, etc.

  • Menos de um minuto
  • Máximo de 20 segundos para os Stories

4. Pense, principalmente, no consumo dos vídeos pelo celular

De acordo com a Meta, é provável que seus espectadores de dispositivos móveis apresentem esses comportamentos. A empresa indica as dicas a seguir para ajudar a garantir que você os alcance!

Navegação rápida

  • Prenda os espectadores logo nos três primeiros segundos do vídeo
  • Use elementos reconhecíveis da marca

Navegação na vertical

  • Considere o uso de uma taxa de proporção de 1:1 (quadrado) ou 9:16 (vertical) para enquadrar sua história e aproveitar ao máximo o espaço móvel

Visualização em uma tela pequena

  • Use cenas com zoom, textos de fácil leitura, rostos e cores alegres

Interação frequente

  • Publique com frequência e regularidade

5. Não inclua iscas de engajamento e atenção

O Instagram e o Facebook possuem métodos para reconhecer as iscas de engajamento. As Páginas e publicações que usem as iscas de engajamento semelhantes às dos exemplos abaixo são rebaixadas pelo algoritmo:

Isca de reação
Pedir que as pessoas reajam à publicação (inclui curtir, amei, haha, uau, triste e grr).

Isca de compartilhamento
Pedir que as pessoas compartilhem a publicação com os amigos.

Isca de comentário
Pedir que as pessoas comentem com respostas específicas (palavras, números, frases ou emojis).

Isca de marcação
Pedir que as pessoas marquem os amigos.

Isca de votação
Pedir que as pessoas votem usando reações, comentários, compartilhamento ou outros meios de representação de votos.

Observação: A Meta afirma que, por outro lado, não tem problema nenhum pedir ajuda, conselhos ou recomendações às pessoas, como divulgar um aviso de criança desaparecida, uma angariação de fundos para uma causa ou pedidos de dicas de viagens.

Foto: Mateus Campos Felipe/Unsplash

6. Invista em Conteúdos Autênticos

Nada melhor do que construir e apostar em um conteúdo verdadeiro. A Meta reuniu algumas dicas para construção de vídeos que abraçam essa ideia:

Dicas de autenticidade

  • Encontre sua voz. Seu tom é mais formal ou informal? Você ri com facilidade? Você tem um hábito ou traço característico? Adote-o!
  • Seja você mesmo, seja franco e trate de assuntos que realmente sejam importantes para você. Expresse-se!
  • Não se passe por outra pessoa nem engane ninguém.
  • Responsabilize-se por suas declarações e opiniões.
  • Publique seu próprio conteúdo original em vez de compartilhar conteúdo de outras fontes.
  • Seja representativo e atencioso.

7. Respeite a Propriedade Intelectual

“Antes de publicar conteúdo no Facebook (ou em qualquer lugar, na verdade), verifique se detém os direitos necessários. Respeite os direitos autorais, marcas comerciais e demais direitos legais alheios. Isso vai além de nossa preferência, é a lei!”, afirma a Meta.

8. A importância das legendas

Certamente, você já deve ter notado que os vídeos com legenda são praticamente maioria. Segundo a Meta, vários públicos amplos silenciam os vídeos, mas outros igualmente grandes deixam o som ativado. Não deixe de atender a nenhum deles!

Som ativado

  • Grave a narração e/ou o som durante a produção.
  • Use a Coleção de sons para baixar efeitos sonoros e músicas de forma gratuita e dentro da lei, e depois adicione as faixas sonoras ao vídeo. Saiba mais sobre a Coleção de sons.

Som desativado

  • Inclua seus próprios logotipos e sobreposições de textos durante a edição do vídeo para ajudar a comunicar sua marca.
  • Adicione legendas e legendas ocultas para ajudar a transmitir sua mensagem. Existem três opções para adicionar legendas ocultas a partir das configurações do vídeo:

    • Gerar automaticamente (nunca deixe de revisar depois para conferir se ficaram exatas)
    • Redigir (é possível adicionar segmentos de tempo e digitar o texto para cada um deles)
    • Carregar (caso já tenha criado legendas ocultas para seu vídeo no YouTube, é possível gerar um arquivo SubRip (.srt) para uso no Facebook)

As pessoas que assistirem ao vídeo com o som desativado verão as legendas automaticamente. As pessoas que assistirem ao vídeo com o som ativado precisarão ativar manualmente as legendas para vê-las.

9. Facilite a descoberta dos seus vídeos

Por fim, a Meta reuniu algumas dicas simples para auxiliar na descoberta dos seus vídeos:

  • Inclua uma descrição e um título significativos e precisos.
  • Crie uma miniatura atrativa.
  • Inclua Marcações de vídeo exatas (elas não ficam visíveis para o público, mas ajudam o Facebook a facilitar a localização dos seus vídeos).

Também é uma boa ideia criar uma mensagem em vídeo para instruir os fãs sobre como encontrar e seguir seus vídeos no Facebook Watch. A Meta apresentou um modelo de script, mas incentiva você a criar algo com sua própria cara!

“Oi, fãs da [Página]. Estou louco para que vocês vejam meu novo vídeo [Título do vídeo] disponível no Facebook Watch. Precisa de ajuda para encontrá-lo? No aplicativo do Facebook, basta tocar no ícone do Watch ou localizá-lo no menu, pesquisar por [Nome da Página] e depois segui-la. Após começar a seguir minha Página, meus vídeos mais recentes vão aparecer em sua Lista para assistir!”

Saiba mais detalhes sobre o Checklist acessando aqui.

Quer tirar mais dúvidas sobre o universo musical? Conheça agora mesmo o nosso Guia MM, que traz as explicações sobre os bastidores da indústria musical.

Siga as redes do POPline.Biz é Mundo da Música para saber mais sobre os principais assuntos do mercado da música: Instagram, LinkedInFacebook e Twitter.

Escrito por Láisa Naiane

SoundCloud adquire empresa de tecnologia de música AI Musiio

Harry Styles faz show grandioso nos EUA para apresentar o álbum “Harry’s House”