Foto: Divulgação
in ,

“Say So”: Single de Doja Cat é eleito a música do ano em premiação de Hip-Hop

Doja foi premiada pela BMI por fazer parte da composição da música.

Amparado por um imenso sucesso no TikTok, que ajudou a alavancá-lo para o topo da Billboard Hot 100, o single de “Say So”, da Doja Cat, ganhou ainda mais reconhecimento ao ser eleito a Música do Ano na premiação BMI R&B/Hip-Hop Awards 2021.

Doja Cat Say So
Foto: YouTube / Doja Cat

Leia mais: 

O evento aconteceu nesta segunda-feira (20) e honrou vários compositores e produtores do R&B e Hip-Hop.

Por ter co-escrito a música, Doja Cat foi premiada por Say So, faixa que foi lançada oficialmente como single em maio de 2020.

Leia mais:

Doja ainda foi premiada pela música “Like That”, faixa do álbum “Hot Pink”.

Outras músicas e seus devidos compositores e produtores também foram premiados no BMI R&B/Hip-Hop Awards 2021, incluindo Megan Thee Stallion (“Wap”, “Hot Girl Summer”, “Savage” e “Savage Remix”) e muitos outros.

Confira a lista completa:

BMI R&B/Hip-Hop Awards 2021 lista de vencedores
Foto: BMI.com

Leia mais: 

“Planet Her”: Álbum de Doja Cat quebra recorde de Cardi B no Spotify

Se há uma coisa que a era dos streamings está fazendo é quebrar recorde em cima de recorde, lançamento atrás de lançamento. E um dos mais novos desses recordes é de Doja Cat, com o álbum “Planet Her”, que quebrou uma marca de Cardi B no Spotify com o álbum “Invasion of Privacy”.

Lançado oficialmente no dia 25 de junho, o “Planet Her” não precisou nem de uma semana para ganhar o título de álbum com a melhor semana de estreia de uma rapper feminina no Spotify, superando o aclamado e premiado “Invasion of Privacy”, de Cardi B.

O novo disco de Doja Cat chegou a 113.4 milhões de reproduções na plataforma em menos de 7 dias de lançamento e superou a semana de estreia do primeiro disco de Cardi B, que terminou sua semana de estreia com 104 milhões de reproduções no Spotify.

 

Escrito por Kavad Medeiros

Show de Billie EIlish em festival é aclamado pela crítica

Há 10 anos (e com a habitual discrição), o R.E.M. anunciava seu fim