Connect with us

Passaporte

Passaporte POPLine: Sia

Conheça mais sobre essa cantora australiana que vem chamando a atenção do mundo.

Published

on

Muito se fala sobre Sia. Mas quem é ela? De onde veio? Qual seu propósito? Não, não é o Globo Repórter. É o Passaporte POPLine que retorna à Austrália pra falar um pouco mais sobre essa cantora e compositora que vem chamando a atenção do mundo inteiro.

De estilo único, tanto musicalmente como visualmente, Sia Furler, conhecida apenas por Sia, é uma australiana que ganhou a atenção do planeta da música pop ao participar da produção e composição de diversas músicas do álbum “Bionic”, de Christina Aguilera, culminando em sua aparição como ajudante no The Voice EUA, onde Aguilera é mentora.

De lá pra cá, Sia vem colaborando com diversos artistas, incluindo o mega sucesso com David Guetta, intitulado “Titanium”. O sucesso da música foi tão grande mundialmente que outra parceria já foi lançada, a faixa “She Wolf (Falling To Pieces)”.

Mas não é de suas parcerias conhecidas que vamos tratar aqui nesta coluna. E sim, da carreira de Sia, desde o início, lá nos idos anos de 1990. Com apenas 17 anos, Sia montou sua própria banda de jazz, que chamou de Crisp. O grupo lançou dois álbuns na Austrália, “Word and the Deal”, em 1996, e “Delirium”, em 1997.

E foi em 1997 que Sia resolveu seguir seu próprio caminho e deixou sua banda Crisp para trás para seguir carreira solo como uma cantora de trip hop. Foi então que Sia se trancou em sua garagem e com a ajuda de Flavell, que também fazia parte da banda Crisp, ela lançou o álbum “OnlySee”, que de forma independente vendeu 1200 cópias na Austrália.

Apesar da característica independente do “OnlySee”, a faixa “How To Breathe” foi escolhida para uma performance de Sia na novela “Home and Away”, famosa na Austrália.

Entre 1997 até o ano 2000, Sia sofreu com a morte de seu namorado, mas em 2000, já vivendo em Londres, ela assinou contrato com a gravadora Dance Pool, subsidiária da Sony Music, e fez backing vocals para o Jamiroquai. Já em 2001, ela lançou seu segundo álbum, intitulado “Healing Is Difficult”, um mistura eletrônica de R&B e Jazz. O álbum se tornou popular nas boates do Reino Unido e recebeu ótimos comentários da crítica. O single “Taken For Granted” alcançou o Top 10 da parada de singles no Reino Unido e se manteve na lista por cinco semanas.

Não satisfeita com a promoção do álbum, Sia demitiu o empresário e assinou contrato com a gravadora Go! Beat Records, subsidiária da UMG. Em 2002, ela ganhou o prêmio de “Compositora revelação” no ARIA Awards, o equivalente ao Grammy da Austrália.

Em 2004, com o lançamento do álbum “Colour The Small One” na Austrália e na Europa, Sia começou a ser comparada à Dido e Sarah McLachlan. O álbum, que teve colaboração do cantor Beck, é uma mistura de instrumentos acústica e bases eletrônicas. “Colour The Small One” rendeu dois singles, “Breathe Me” e “Where I Belong”, esse último iria aparecer na trilha Sonora do filme “Homem-Aranha 2”, mas, por conflitos de gravadoras, foi deixado de lado.

Mais uma vez insatisfeita com a promoção do álbum, Sia deixou a gravadora e dessa vez se mudou para Nova York. Em 2006, após a música “Breathe Me” ter aparecido em diversos programas de televisão nos Estados Unidos, o álbum “Colour The Small One” foi lançado na terra do Tio Sam, com direito a turnê pelo país.

Seu reconhecimento maior nos Estados Unidos começou em 2007, com o lançamento do álbum ao vivo “Lady Croissant”, que ainda incluiu a faixa “Pictures”, gravada em estúdio, e do EP “Day Too Soon”.

“Some People Have Real Problems”, lançado em 2008, é o quarto álbum de Sia e alcançou o Top 30 da principal parada de álbuns da Billboard. As faixas do álbum ganharam bastante visibilidade nos Estados Unidos, aparecendo em séries e com a própria Sia apresentando as músicas em programas importantes da televisão americana.

Christina Aguilera
Mas foi realmente Christina Aguilera que colocou Sia definitivamente nos holofotes. As duas cantoras entraram em contato para colaborar nas gravações do álbum “Bionic”, de Aguilera, e acabaram também compondo o sucesso “Bound To You”, do filme “Burlesque”. A música recebeu inclusive indicação ao Globo de Ouro. Sia apareceu como ajudante de Aguilera no The Voice EUA e em 2010 lançou seu quinto álbum, o “We Are Born”, que continuou recebendo atenção das séries de televisão nos Estados Unidos.

A partir daí, Sia se tornou a mais nova queridinha dos artistas pop, seja para cantar em suas composições, como em suas parcerias com David Guetta e Flo Rida, ou para compor para grandes nomes da música pop atual, como Ke$ha e Willow Smith.

Sia é definitivamente um nome a ser guardado. Seu estilo diferenciado deverá trazer o que muitos podem considerar “um sopro de ar fresco” para a música pop atual, dominada por DJs e batidas eletrônicas dignas de festas de Ibiza.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



POPline Mix




Ranking