banner com link para rádio globo
Foto: Instagram @dealucia66
in ,

Déa Lúcia e Thales Bretas lamentam um ano da morte de Paulo Gustavo

Em textos emocionantes, eles homenagearam o ator e evidenciaram a saudade

Há exato um ano, no dia 04 de maio de 2021, o Brasil lamentou a morte de Paulo Gustavo anos 42 anos, por Covid-19. Durante todo esse período, duas pessoas, especialmente, tentaram se manter forte na luta contra a saudade: Déa Lúcia e Thales Bretas, mãe e viúvo do humorista. E nesta quarta-feira (04), ambos o homenagearam e expuseram seus sentimentos nas redes sociais.

Foto: Instagram @dealucia66

LEIA MAIS:

No story do Instagram, Déa compartilhou a seguinte mensagem:

“Um dia a saudade deixa de ser dor e vira história para contar e guardar para sempre. Algumas pessoas são sim eternas, dentro da gente”.

No feed, a mãe de Paulo Gustavo compartilhou uma imagem dizendo: “Não é verdade que tudo passa…tem coisas que ficam dentro de nós para sempre”. Na legenda, ela reforçou: “Muitas saudades de você, meu filho”.

Além de Déa Lúcia, Thales Bretas usou o Instagram para homenagear o marido. Em uma imagem do casal com os filhos, Romeu e Gael, ele escreveu um longo texto emocionante.

“Hoje, 04 de maio, completa um ano que meus sonhos e projetos tiveram um freio de mão puxado bruscamente. Em 2021, em meio à pandemia de Covid, vivi a partida do meu marido, companheiro de vida, pai dos meus filhos, com o qual passei muitos dos meus melhores momentos, realizei os meus maiores sonhos e idealizei tantas coisas por muitos e muitos anos ainda por vir”, iniciou o médico.

O viúvo do ator declarou que percebeu que os projetos na Terra “não são só nossos, e que talvez há planos maiores a serem cumpridos – provavelmente em outro plano”. Segundo ele, não há como negar a sensação de que um pedaço seu arrancado precocemente. “Principalmente tendo sido vítima de um vírus para o qual já haviam desenvolvido vacinas que estavam sendo aplicadas pelo mundo. Mas a negação não ajuda no processo do luto. Faz parte, é inevitável, mas não te move”, refletiu.

“O que me moveu e move é o amor pelos meus filhos, pelo meu trabalho, pela minha família, pela vida que continua, e pelo privilégio de poder gozar, com saúde, de tudo que Deus me dá e que, sem o menor aviso prévio, também pode me tirar. A saudade é imensa, o amor é eterno, o laço que tivemos e toda história que construímos são infinitos!”, destacou Thales.

Para concluir a homenagem, o médico declarou: “A nossa experiência, aqui na Terra, é passageira e imprevisível, e com o PG aprendi a viver o presente, o hoje como se não houvesse amanhã, sem precisar ser inconsequente!”

“Obrigado, meu amor, por me fazer tão feliz e me deixar um presente (dois) e um futuro tão lindos!”, finalizou.

Curtiu esta matéria? Leia mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

 

Escrito por Ingrid Rodrigues

Show da Rosalía no Brasil muda de local e vai para o Espaço das Américas

Meme do ‘Dias de Luta’ é reproduzido sem querer em blusa do SFC