in ,

Lollipop: Em "Gypsy", Shakira é uma cigana que veste Prada

Acompanhar Shakira enquanto ela se joga no mercado americano é como estar em uma montanha russa com quedas brucas e pontos altíssimos. Gypsy, uma das músicas mais bem contadas do álbum “She Wolf”, ganha um vídeo que nos faz passar novamente por um ponto baixo desse “american way of Shakira”, mas de uma forma sexy e com classe, como só Shakira sabe fazer.


Jaunme é o responsável por dirigir as cenas onde Shakira aparece como a cigana mais moderna e chic, conquistando o tenista Rafael Nandal. A escolha do espanhol não foi feita  por  agências de modelos, mas pelo próprio jeito que o moço cativou a Shakira no passado, tornando-se um grande amigo dela. “Precisava ser alguém que vivesse a vida como eu vivo, como uma cigana”, diz a cantora. O figurino do clipe foi escolhido cuidadosamente para ressaltar a beleza da cantora, mas acabou por se perder no conceito da música.

Se na letra Shakira fala que se sente como uma cigana, em entrevista à MTV LA ela deixa claro que esse conceito é metafórico e surge das crenças populares sobre esse povo. A colombiana acredita que ser cigano é como ser um nômade que absorve a cultura dos lugares por onde passa. Ela está certa em se julgar como tal. Afinal, quem melhor que Shakira para ser considerada uma remixadora de culturas nata? Não podemos definir nenhum dos seus trabalhos como sendo “puros”. Todos eles, assim como Gypsy, carregam uma carga cultural elevada, passando sempre pelo filtro sexy, que nasceu com ela.

Apesar de abraçar algumas características da cultura cigana, no clipe Shakira abandona o lado rústico desse povo, o qual ela vinha abordando de forma cativante em suas apresentações intimistas, onde tocava gaita e cantava ao vivo.  Assim, nenhum toque cigano forte  está em “Gypsy”, exceto pelas andanças de Shakira no mesmo fundo verde “Whenever, Wherever”, um dos primeiros grandes sucessos da moça no mercado americano. Aliás, o fundo falso de Gypsy não enganou nem minha avó. “Isso é coisa de computador, não é, meu filho?”. Ainda assim, o clipe consegue uma ótima fotografia, com um bom trabalho de tonalidade de imagem e angulação de câmera, algo que sempre observamos nos trabalhos de Shakira. No entanto, o que importa é que Shakira se divertiu ao lado do tenista (e como!). Sobraram cenas sensuais e ventilador no cabelo, mas falta aquele toque rústico que sempre vemos em seus trabalhos espanhóis. A versão do clipe na sua língua mãe tem poucas diferenças.

Já que a cantora busca conquistar fãs americanos com o seu álbum “She Wolf”, nada mais justo do que aproveitar uma ótima música e fazer um clipe completamente inovador para chamar atenção, mas, como vimos, essa não foi a escolha de Shakira.

Após o estonteante “Did it again”, seu penúltimo lançamento mundial, só nos resta entender “Gypsy” como uma tomada de fôlego para o próximo salto de uma cantora pop que tem no currículo clipes com ótimas coreografias e mesclagem cultural. Se você quiser ver “Gypsy” em sua melhor forma, assista Shakira encantar a todos ao vivo no The View. Porém, com um inverno rigoroso no norte da América, aquecer os lares com Gypsy pode se tornar uma boa pedida, deixando o vídeo em ótimas posições por um bom tempo. Sacada genial, hein, Shakira? Truque de cigano que merece três Lollipops.

lollipopslollipopslollipops


Escrito por Redação POPLine

10 Comments

Leave a Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

"Paparazzi" ganha continuação: Veja "Telephone", novo clipe da Lady GaGa com Beyoncé

Britney Spears vem ao Brasil em maio para gravar série policial; diz jornal