Iggy Azalea
Foto: Reprodução Zach Sang Show
in ,

Iggy Azalea diz que era requisitada para feat, mas agora recusam

Rapper fez desabafo em entrevista.

Iggy Azalea acabou de lançar o álbum “The End Of An Era“, já deixando claro que vai dar uma pausa do mundo da música. Há poucas parcerias na tracklist e, em entrevista ao Zach Sang Show, ela confirmou que gostaria de grandes parcerias nesse projeto, mas as pessoas estão sempre recusando.

Sim, eu teria adorado grandes parcerias, mas as pessoas são falsas pra caramba e não se comprometeriam porque estavam doentes ou lavando o cabelo naquele dia“, soltou ela.

The End Of An Era
Foto: Divulgação

Pelo jeito que ela disse, foram procurados grandes artistas para parcerias, mas recebeu recusas. Isso parece um tanto quanto ingrato, já que quanto estava em alta, ela era muito requisitada.

Entre as suas parcerias de maior sucesso, estão “Problem” (com Ariana Grande), “Booty” (com Jennifer Lopez) e “Black Widow” (com Rita Ora).

Assista à entrevista completa:

Iggy Azalea defende contratação de psicólogos nas gravadoras

A rapper Iggy Azalea, que está de álbum novo, usou o Twitter para defender melhores condições para os artistas dentro das gravadoras. Ela acredita que as empresas deveriam investir em tratamentos de saúde mental para os contratados. “Eu realmente desejo que todas gravadoras tornem mandatório contratar pelo menos UM psicólogo por selo”, escreveu.

“Quase TODO artista nos dias atuais tem se manifestado sobre lidar com o nível de ódio e de pressão. As equipes esportivas fazem isso por seus atletas. Por que não as gravadoras? Pode parecer que ‘ah, nossa, mas existem tantas gravadoras!’. Na verdade, há apenas cerca de quatro caras comandando toda a indústria da música, então seria muito fácil responsabilizá-los e fazê-los implementar uma mudança em seus negócios”, twittou.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Iggy Azalea (@thenewclassic)

Ela, inclusive, deu dois nomes: Lucian Grainge, do Universal Music Group, e Rob Stringer, da Sony Music Entertainment. “Entre esses dois homens está literalmente 85% das gravadoras. Entendem o que estou dizendo? Não é difícil fazer isso. Por que não farão? Mas eles contraram 20 equipmes de A&Rs que literalmente ninguém quer no estúdio”, reclamou.

Veja também:

Escrito por Caian Nunes

K-Pop: Sucesso do BTS pressiona o TXT? Yeonjun responde!

Acusada de xenofobia, Antônia Fontenelle é intimada a depor no Rio