YouTube Shorts anuncia fundo de R$ 530 milhões aos criadores
Foto: YouTube Shorts/Divulgação
in

YouTube Shorts anuncia fundo de R$ 530 milhões aos criadores

Semelhante ao TikTok, YouTube Shorts avança em soluções da versão beta que está disponível, inclusive, no Brasil

A versão beta do YouTube Shorts, solução da plataforma que concorre diretamente com o TikTok por ser um formato de vídeos curtos, anunciou o lançamento do YouTube Shorts Fund, um fundo de US $ 100 milhões (cerca de R$ 530 milhões) distribuído ao longo de 2021-2022. Qualquer pessoa é elegível para participar do fundo, apenas criando Shorts exclusivos para a comunidade da plataforma. A versão de testes, inclusive, já está disponível para alguns dispositivos que possuem o aplicativo do YouTube baixado em seus celulares, no Brasil.

“Estamos lançando a versão beta do YouTube Shorts para ajudar a trazer a alegria do vídeo de formato curto para o YouTube, e a alegria do YouTube para o vídeo de formato curto. Agora está disponível para todos na Índia e nos EUA, e já vimos muitos Shorts criativos e incríveis de nossa comunidade. Como Shorts são uma nova maneira de assistir e criar no YouTube, estamos analisando o que significa monetizar e recompensar os criadores por seu conteúdo“, diz o comunicado da companhia.

YouTube Shorts Fund

A cada mês, o YouTube irá alcançar milhares de criadores cujos Shorts receberam mais engajamento e visualizações para recompensá-los por suas contribuições. Em período de adaptações, o YouTube pede que os criadores que compartilhem comentários para melhorar a experiência do produto.

O Shorts Fund não se limita apenas a criadores do Programa de Parcerias do YouTube. Os criadores estarão qualificados para participar se criarem conteúdo original para Shorts e aderirem às Diretrizes da comunidade. O YouTube irá compartilhar detalhes adicionais à medida que se aproximarem do lançamento do fundo nos próximos meses.

YouTube Shorts anuncia fundo de R$ 530 milhões aos criadores
Foto: YouTube Shorts/Divulgação

 

O futuro da monetização em Shorts

O Shorts Fund é o primeiro passo do YouTube para construir um modelo de monetização para vídeos curtos na plataforma. “Essa é uma das nossas principais prioridades e levará algum tempo para acertar. Estamos trabalhando ativamente nisso e aceitaremos os comentários coletados de nossa comunidade para ajudar a desenvolver um programa de longo prazo projetado especificamente para os Shorts do YouTube”, diz o comunicado.

“Temos o prazer de começar a recompensar os criadores por suas contribuições por meio do Shorts Fund. Ao mesmo tempo, expandiremos nosso reprodutor de Shorts em mais superfícies no YouTube para ajudar as pessoas a encontrar novos criadores, artistas e Shorts para curtir. Também começaremos a testar e iterar anúncios para entender melhor seu desempenho”, revela o YouTube.

O YouTube afirma que pagou mais de US $ 30 bilhões a criadores, artistas e empresas de mídia apenas nos últimos três anos.

Recursos do YouTube Shorts

No início deste ano, o YouTube adicionou um novo recurso que permitirá os usuários remixarem áudio de vídeos no YouTube – que inclui bilhões de vídeos – e essa experiência está começando a ser implementada para todos que têm acesso à criação das ferramentas do Shorts. Isso significa que os criadores poderão dar seu próprio toque criativo, ao conteúdo que adora assistir no YouTube e ajudar a encontrar um novo público.

Os criadores e artistas estão no controle e poderão desativar se não quiserem que seu vídeo de formato longo seja remixado. Além disso, a equipe tem trabalhado para trazer ainda mais recursos para o YouTube Shorts, com coisas novas para experimentar, como:

  • Adicionar automaticamente legendas ao vídeos Shorts;
  • Gravar até 60 segundos com a câmera Shorts;
  • Adicionar clipes da galeria do telefone para adicionar às suas gravações feitas com a câmera Shorts;
  • Adicionar filtros básicos para corrigir a cor de seus shorts, com mais efeitos no futuro.

Saiba mais sobre o YouTube Shorts, acessando aqui.

Escrito por Láisa Naiane

Aconteceu! Gilberto é o novo garoto-propaganda da Vigor

Pedro Sampaio e Luísa Sonza botam todos pra dançar em “Atenção”