SELIM amplia produção e diversifica projetos musicais
Cesinha, Luciano Calazans, Saulo (na tela), Alexandre Ktenas (CEO SELIM) e Davi Moraes. Foto: Acervo Pessoal
in

SELIM amplia produção e diversifica projetos musicais

Liderada pelo empresário Alexandre Ktenas, SELIM aposta em parcerias nas produções musicais distintas

SELIM amplia produção e diversifica projetos musicais. Com três equipes distintas nas gravações que envolvem produções artísticas simultâneas da MPB, Música Urbana e Pop, o Selo liderado por Alexandre Ktenas cresce a sua estrutura e revela detalhes das atuais iniciativas.

O projeto “Som do Sim” formado pelo quarteto: Cesinha (bateria), Luciano Calazans (baixo), Saulo (violão e voz) e Davi Moraes (guitarra e voz) está instalado no estúdio Rocinantes, em Araras (SP), para preparar o álbum que marca sua estreia. A produção acontece em formato híbrido, enquanto o cantor Saulo permanece em Los Angeles. O primeiro single do grupo “Afro Jackson” foi lançado no início de setembro.

Entramos no estúdio para gravar esse nosso álbum e é uma sensação indescritível estar aqui neste lugar mágico, no meio da natureza, cheios de arranjos, de músicas e coisas novas. Loucos pra colocar pro mundo tanto som que compusemos juntos! Muito felizes de estarmos nesse lugar mágico com toda nossa parafernália de instrumentos e equipamentos, onde a gente pode pensar somente em música, dar o melhor de cada um aqui pra mostrar pro mundo o que é o SOM DO SIM”, revela Davi Moraes.

SELIM amplia produção e diversifica projetos musicais
Luciano Calazans, Davi Moraes e Cesinha, nas gravações do projeto “Som do Sim”. Foto: Divulgação

Em paralelo, no Alto do Joá, no Rio de Janeiro, o Rapper SEST, que faz parte do selo GIRA – uma subdivisão de Música Urbana do SELIM – montou seu “Camp”. O artista está gravando os áudios e vídeos do projeto “Sessão de Boa 2”, e promete vários ‘feats’ com artistas da nova cena brasileira, como: Budah, Solveris, Dudu, Clara Valverde, Hotelo, entre outros.

SELIM amplia produção e diversifica projetos musicais
SEST e Clara Valverde juntos para gravação de uma parceria musical que acontecerá pelo “GIRA”, subdivisão da SELIM. Foto: Divulgação

Leia Mais:

Enquanto isso, a subdivisão de MPB da SELIM, “Gatos Pingados”, frequenta alguns estúdios pelo Rio de Janeiro buscando diferentes sonoridades para o álbum de estreia do cantor e compositor Chico Chico, que também é sócio do “Gatos Pingados”. O álbum é produzido por Ivan Cavazza e Pedro Fonseca.

SELIM amplia produção e diversifica projetos musicais
Chico Chico, da subdivisão da SELIM, “Gatos Pingados”, prepara o seu primeiro álbum. Foto: Divulgação

De acordo com Alexandre Ktenas, empresário e CEO da SELIM, esses projetos simultâneos são possíveis porque eles “possuem a sorte de contar com muitos profissionais talentosos”. “Nosso time de produtores, sejam os de MPB, no Gatos Pingados; ou os de música urbana no Gira, ou os de pop em geral, é diverso e sempre pronto pra dar tudo e mais um pouco”, diz Ktenas.

“Mas, nada disso seria possível, se não contássemos com artistas tão talentosos e numa fase criativa tão efervescente! Essa leva de produções vai, com certeza, nos trazer discos dos quais nos orgulharemos para sempre. Estamos todos muito empolgados com o que estamos produzindo. E isso é só o começo, em breve daremos início às produções dos novos álbuns da Clara Valverde e do Lado de Cá, entre outros. Aguardem que vem muito coisa boa por aí”, celebra Ktenas.

Com a estratégia voltada para o investimento na nova cena da música popular brasileira, a partir de um modelo mais inclusivo e orientado para o artísticoSELIM chegou ao mercado musical em março de 2021, contando com a parceria com a ADA/Warner Music Group.

Escrito por Láisa Naiane

Pabllo Vittar confirma show virtual em plataforma de streaming

Pai de Britney Spears é investigado pelo FBI por abuso em tutela, diz site