Kay, Taki, Nicholas, Wiju, Kyung Min
Foto: Big Hit Japan
in

Saiba mais sobre o novo grupo que está sendo formado pela mesma empresa do BTS

Cinco primeiros integrantes foram escolhidos.

Kay, Taki, Nicholas, Wiju, Kyung Min são os primeiros integrantes que vão integrar um novo grupo gerenciado pela Big Hit Japan, filial japonesa da empresa que gerencia fenômenos do K-POP como o BTS.

I-LAND
Foto: Big Hit Japan

Os cinco rapazes foram selecionados por meio de uma audição em grande escala, a “I-LAND”, realizada em 2019. Agora, inscrições foram abertas para encontrar novos Idols para completar o grupo.

Esse é o primeiro projeto do “Big Hit Japan Global Debut Project” para criar artistas de sucesso no cenário mundial a partir do Japão. As inscrições para novos integrantes começam no dia 1º de janeiro e vão até o dia 17. Serão aceitos homens com experiência vocal ou dança.

Os participantes já selecionados mandaram uma mensagem convidando para as inscrições.

Veja:

O “Big Hit Japan Global Debut Project” coloca profissionais consolidados da área para selecionar e ajudar a desenvolver os escolhidos. Entre eles estão Pan Shihyuk (presidente, CEO, produtor), Pdogg (produtor), Song Songduk (diretor de desempenho), Sakura Inoue (diretor de desempenho), Soma Genda (produtor, diretor de som), Ryosuke (conselheiro especial) e UTA ( outro conselheiro especial).

O projeto tem tudo para ser o criador de grandes grupos de sucesso mundial! Kay, Taki, Nicholas, Wiju, Kyung Min já parecem ótimas escolhas, sendo um bom começo

Big Hit atualiza sobre ação para impedir comentários maliciosos sobre BTS e TXT

Desde de 2019, a empresa Big Hit Entertainment começou com ações para blindar seus artistas contra ataques maliciosos na internet. Eles representam grandes nomes como BTS e TXT (Tomorrow X Together).

Os fãs fazem parte desse ciclo, já que eles têm canal aberto para reportar essas críticas e comentários de haters. O judicial da empresa, então, analisa cada caso e não há perdão. Eles levam para justiça, mesmo!

Em novembro, um desses haters foi multado em milhões. “O tribunal sentenciou recentemente um autor de postagens maliciosas à pena máxima em tribunal, que a empresa processou em 3 ocasiões por difamação“, afirmou em comunicado, na época. O valor da multa chegou a um total de ₩4 milhões.

Na útlima quarta-feira (30) a Big Hit emitiu um comunicado atualizado o público sobre essas ações legais contra os comentários negativos. Eles estão cientes que há pessoas que criam até dezenas de contas diferentes, só para falar mal dos grupos. Com isso, o objetivo é que eles sejam identificados e respondam na justiça. Leia o comunicado na íntegra:

“A Big Hit regularmente inicia procedimentos legais contra perpetradores de atividades maliciosas relacionadas ao BTS, incluindo críticas mal intencionadas, disseminação de informações infundadas, assédio sexual, ataques pessoais e difamação. Gostaríamos de fornecer uma atualização sobre essas atividades.

Recentemente, entramos com outras queixas criminais usando novas informações fornecidas por fãs e também coletadas por meio de nossas iniciativas de monitoramento.

Isso inclui perpetradores que foram anteriormente considerados culpados e condenados a multas, bem como indivíduos que se presumem estar envolvidos em atividades maliciosas, mesmo estando sob investigação após termos apresentado queixas criminais contra eles. Para esses indivíduos, iniciaremos procedimentos legais contra eles até que seus comportamentos maliciosos parem completamente.

Alguns indivíduos criaram dezenas de contas para fazer postagens maliciosas. Monitoramos essas contas e apresentamos reclamações contra várias contas.

Para os perpetradores que continuam a se envolverem em atividades criminosas depois de serem considerados culpados em um tribunal, planejamos entrar com um processo de indenização no tribunal civil. Big Hit continuará a iniciar medidas rígidas para garantir que eles sejam processados ​​em toda a extensão da lei, e não haverá acordo ou leniência.

A Big Hit coleta regularmente informações sobre postagens maliciosas relacionadas ao BTS, as relata às autoridades e registra queixas criminais. Pedimos que você faça uso contínuo de nossa linha direta ([email protected]) para relatar quaisquer casos de abuso.

Sempre somos gratos pelo carinho e dedicação de nossos fãs ao BTS. Continuaremos a trabalhar para garantir que os direitos de nossos artistas sejam totalmente protegidos.”

Escrito por Caian Nunes

Shazam lança novo ranking global e testa identificação de músicas na web

Os 10 melhores clipes do segundo semestre de 2020

Os 10 melhores clipes do segundo semestre de 2020