Taylor Swift lança nova versão do hit Wildest Dreams
Foto: Divulgação
in ,

Rádios americanas não abraçam regravações de Taylor Swift

Músicas regravadas não são tocadas na maioria das estações dos Estados Unidos.

As rádios americanas não compraram a ideia do “Fearless (Taylor’s Version)”, o álbum regravado da Taylor Swift. A Billboard publicou uma reportagem nesta sexta (22/10), mostrando que as rádios não ligam para o projeto da cantora.

“Eu amo a Taylor Swift. Amo as músicas dela. Só não acho que a gente precise de regravações”, diz Julie Stevens, diretora de programação da rádio country 95.3 KRTY de San José, na Califórnia. “A KRTY gosta de focar em material novo, e isso não é realmente novo. Isso é algo antigo, na verdade”.

Nova versão do "Fearless", de Taylor Swift
Foto: Reprodução / Instagram

Leia mais:

A maioria dos programadores consultados pela Billboard acredita que o público não é capaz de perceber as diferenças entre as versões originais e atualizadas das músicas. Por isso, não faz sentido tocá-las. Alguns diretores de programação disseram que nem pensaram em tocar. Não foi uma questão. Seria como tocar músicas antigas.

Segundo a Billboard, as rádios estão mesmo resistentes. As músicas do “Fearless (Taylor’s Version)” foram tocadas apenas 12 mil vezes nas rádios até 8 de outubro. O “Fearless” original tocou 21 mil vezes.

Mesmo assim, “Fearless (Taylor’s Version)” é sucesso de público

Apesar da baixa adesão das rádios, o álbum regravado da Taylor Swift foi abraçado pelos fãs. Ele registrou 774 mil unidades equivalentes comercializadas nos Estados Unidos até o dia 8 de outubro, segundo a MRC Data. Só a nova versão de “Love Story” bateu 142 milhões de reproduções no Spotify.

A Billboard estima que “Fearless (Taylor’s Version)” tenha gerado receita de US$ 9,6 milhões. A parte de Taylor Swift seria de cerca de US$ 8,17 milhões.

Escrito por Leonardo Torres

Alec Baldwin se pronuncia por morte acidental em set

São Paulo deve investir R$ 250 milhões no fomento cultural em 2022