in

R. Kelly é condenado a 30 anos de prisão por tráfico sexual

O cantor aproveitava de sua fama para abusar de jovens mulheres.

Foto: Getty Images

R. Kelly passou por muito tempo como um astro da música. Agora, ele passará as próximas 3 décadas na cadeia. Ele foi condenado nesta quarta-feira (29) por usar seu estrelado para submeter fãs jovens (e até crianças) a abuso sexual sistemático.

A condenação foi por extorsão e tráfico sexual. Com isso, no julgamento, as vítimas ganharam voz e expuseram o que acabou sendo provado como verdades.

Uma das vítimas de R. Kelly falou no tribunal:

“Você me fez fazer coisas que quebraram meu espírito. Eu literalmente desejei morrer por causa do quão baixo você me fez sentir”, disse uma das sobreviventes ao abuso, dirigindo-se diretamente a Kelly que mantinha as mãos cruzadas e os olhos baixos. “Você se lembra daquilo?”, soltou ela.

Foto: Getty Images

Leia Mais:

Os boatos contra R. Kelly surgiram a princípio na década de 1990, mas as coisas foram se arrastando por muitos anos. Isso se intensificou depois do movimento #MeToo, quando mulheres foram incentivadas a contarem seus casos onde foram vítimas de abuso sexual. Ali, muitas pessoas fizeram suas denúncias contra o cantor, o que acabou geralmente uma maior visibilidade que parou na justiça. Depois de alguns anos de tribunal, sobretudo, finalmente o resultado final foi feito.

Advogados de defesa tentaram reverter

Os advogados de defesa chegaram a afirmar que ele não deveria passar mais de 10 anos na cadeia por conta de sua infância difícil e traumática. Assim, ele foi descrito com “deficiências de alfabetização” e que foi “repetidamente defraudado e abusado financeiramente, muitas vezes pelas pessoas que ele pagou para protegê-lo”, afirmaram os advogados.

O júri do tribunal federal do Brooklyn, como resultado, tomou a decisão final depois de ouvir que ele usou sua equipe de gerentes e assessores para conhecer garotas e mantê-las obedientes. De fato, uma operação que os promotores disseram ser um empreendimento criminoso.

Assim, foi considerado que sua “fama, dinheiro e popularidade” fora, utilizada para “predar crianças e mulheres jovens para sua própria gratificação sexual”, de conformidade com a descrição feita pelos promotores em um processo judicial no início deste mês. Então, elas eram submetidas a caprichos perversos e, de fato, sádicos. Além disso, as vítimas eram obrigadas a assinar formulários de confidencialidade. Caso fossem quebradas, posteriormente, eram agredidas fisicamente.

R. Kelly está preso desde 2019, afinal, onde por certo deve ficar pelos próximos 30 anos. Ele ainda enfrenta acusações de pornografia infantil e obstrução da justiça em Chicago, ou seja, a pena pode subir. Assim, a justiça foi feita conforme era esperado por vários anos, pois o caso estava explícito e mal se podia defender, sobretudo pelos relatos de arrepiar. Em suma, um ícone se transformou em um monstro.

Escrito por Caian Nunes

TMZ revela o motivo da hospitalização de Travis Barker

Ouça “Otherness”, o mais novo álbum dos caras do Alexisonfire