banner com link para rádio globo
Prima acusa mãe de Britney Spears de drogá-la e armar golpe
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)
in ,

Prima acusa mãe de Britney Spears de drogá-la e armar golpe

Segundo prima, Lynne Spears dopou Britney para conseguir interná-la.

O “caso Britney Spears” vem ganhando nuances cada vez mais dramáticas. Uma prima da cantora, chamada Alli Sims, veio a público com acusações graves contra Lynne Spears, mãe de Britney. Segundo Alli, Lynne drogou a filha e armou uma armadilha para interná-la contra vontade em 2007.

Pai de Britney Spears aceita renunciar ao cargo de tutor financeiro da cantora

Todo mundo se lembra de como a vida de Britney estava conturbada naquele ano – e como todos defendiam a necessidade de uma intervenção. Segundo Alli, para conseguir fazer isso, Lynne amassou comprimidos tranquilizantes na garrafa de Red Bull que Britney estava tomando. Com isso, a cantora ficou inconsciente e foi levada para a clínica de reabilitação.

Prima acusa mãe de Britney Spears de drogá-la e armar golpe
(Foto: Reprodução / Twitter)

Alli contou essa história e confirmou o caso pelo Instagram, chocando fãs de Britney Spears. Lynne chegou a escrever um livro depois dessa fase, mas nunca falou nada sobre drogar a filha para fazê-la dormir e ser internada involuntariamente. O caso fica mais complexo porque foi depois desse episódio da clínica de reabilitação em 2007 que Britney passou a ter o pai como tutor (o que ela luta contra atualmente).

(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

Leia mais:

Britney Spears disse que quer processar a família

No dia 23 de junho, Britney Spears prestou depoimento para a Corte de Los Angeles, como parte de sua batalha legal pelo fim da tutela do pai. Na ocasião, entre várias acusações e alegações, a cantora afirmou: “eu honestamente gostaria de processar minha família”.

(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

Os fãs de Britney Spears, de um modo geral, focam suas atenções em Jamie Spears – o pai e tutor. Lynne Spears vinha sendo poupada e vista como uma aliada do movimento #FreeBritney. Mas, no discurso da cantora, ela não disse sobre processar o pai apenas. É importante ter atenção a isso.

“Eu gostaria de poder compartilhar minha história com o mundo, e o que eles fizeram comigo, em vez de manter como um segredo para beneficiar todos eles. Quero ser ouvida sobre o que fizeram comigo, fazendo-me guardar isso por tanto tempo. Não é bom para meu coração. Estou com muita raiva e choro todos os dias. Isso me preocupa. Dizem que não posso expor as pessoas que fizeram isso comigo. Para minha sanidade, preciso que a juíza me autorize a fazer uma entrevista, para que possa ser ouvida sobre o que fizeram comigo e, na verdade, tenho o direito de usar minha voz”, declarou.

Escrito por Leonardo Torres

Tarcísio Meira ganha homenagem do Canal Viva nesta quinta (12)

Billie Eilish revela que todas as faixas de “Happier Than Ever” terão clipes