Pitchfork revisa nota de álbuns e "promove" Lana Del Rey, Charli XCX e mais!
Foto: Divulgação
in ,

Pitchfork revisa nota de álbuns e “promove” Lana Del Rey, Charli XCX e mais!

“Não podemos mudar o que dissemos, mas quase sempre mudamos a forma como nos sentimos sobre isso”, explicou o site.

O Pitchfork é um site muito conhecido por fazer avaliações criteriosas dos álbuns recém-lançados. Com fama de carrasco, não é difícil que o site dê nota baixas nas resenhas. No entanto, o tempo é o senhor da verdade. Muitas vezes um álbum criticado vira icônico – e ao contrário também. Como qualquer pessoa, as opiniões mudam ao passar do tempo, então é justo que as reviews de alguns álbuns sejam revisadas, o que foi feito em publicação desta terça-feira (05).

Mas então, às vezes, nossos sentimentos mudam. Nossos preciosos pequenos sentimentos inconstantes! A verdade é que estamos sempre litigando como nos sentimos sobre uma peça musical, revisando opiniões com base no contexto, na cultura, em quem nos tornamos, quem já fomos“, explicou a publicação.

“Não podemos mudar o que dissemos, mas quase sempre mudamos a forma como nos sentimos sobre isso, tanto de pequenas como de grandes dimensões”, comenta.

As mudanças de nota

Um álbum que foi “promovido” e teve sua nota aumentada foi o “Born To Die“, hinário da Lana Del Rey lançado em 2012. A nota passou de modestos 5.5 para respeitáveis 7.8.

 

Pitchfork revisa nota de álbuns e "promove" Lana Del Rey, Charli XCX e mais!
Foto: Pitchfork / Divulgação

Leia Mais:

É difícil descrever o quanto a discussão em torno de Lana Del Rey foi exacerbada em 2012, quando os críticos olharam sua persona femme fatale com cinismo e você não conseguia rolar um painel do Tumblr sem passar por uma coroa de flores. Mas, tarde da noite naquele verão, saí para uma longa viagem, coloquei para tocar o CD e percebi que a estrada aberta que era o ‘Born To Die’, toda superfície lisa e brilhante e o perigo mais arriscado ao redor, do tipo onde você está a vítima“, definiu um dos redatores do site.

Há muito espaço para calcular mal; algumas faixas mais fracas aparecem no final, e o canto às vezes é menos do que polido – o melhor material de Lana dos primeiros tempos é o EP Paradise, mas Born to Die acabou sendo um sinal do que está por vir, como o gênero – baladas pop magnéticas com batidas de hip-hop e o langor arqueado e depressivo que está mais popular do que nunca“, completou.

Quem também teve um aumento na nota foi Charli XCX e o EP “Vroom Vroom“, de 2016. Saiu de uma nota baixíssima, 4.5, para um bom 7.8.

Pitchfork revisa nota de álbuns e "promove" Lana Del Rey, Charli XCX e mais!
Foto: Pitchfork / Divulgação

O EP Vroom Vroom não ofereceu uma resposta clara, combinando letras frívolas que soavam mais ou menos como “Lamborghini, biquíni, abobrinha eenie-meanie” com produção esmagadora – cortesia de SOPHIE – mais chocante do que anteriormente mostrado no trabalho de Charli. Hoje em dia, não parece tão extremo. E quando você não pensa muito sobre isso, é muito divertido“, justificou o site.

Leia Mais:

No entanto, também teve nota que caiu. O caso de Daft Punk é curioso. Enquanto o “Random Access Memories” (2013) caiu de 8.8 para 6.8, o “Discovery” (2001) subiu de 6.4 para 10, nota máxima!

E aí, qual outro álbum você gostaria que tivesse a nota revisada?

Escrito por Caian Nunes

Karina, do aespa, elege cover favorito de “Next Level”

Eternos: filme ganha sessão antecipada em outubro

Eternos: filme ganha sessão antecipada em outubro