in ,

Pabllo Vittar lembra restrição do single “Bandida” e desabafa: “Triste essa discrepância”

Cantora desabafou sobre as diretrizes do YouTube, citando nova faixa de Zé Felipe que carrega título semelhante

Pabllo Vittar e Pocah. Foto: Divulgação

Pabllo Vittar compartilhou um desabafo com seus seguidores em suas redes sociais, neste sábado (2), relembrando o episódio em que sua música “Bandida”, em parceria com Pocah, lançada em 2020, foi alvo de uma restrição no YouTube. A estrela recordou o acontecimento logo após outra canção com nome parecido, “Bandido”, de Zé Felipe, não passar pelo mesmo desconforto.

Pabllo Vittar. Foto: Divulgação

Leia Mais:

Segundo ela, a plataforma teria pedido para a ela e sua equipe que colocassem um asterisco no lugar da última letra, ficando assim: “Bandid*”. A estrela acredita ter sofrido uma espécie de boicote na época, ressaltando que as diretrizes da plataforma de vídeo deveriam valer para todos. O desabafo não é direcionado ao sertanejo, mas, sim, ao posicionamento do YouTube.

“Meninas, vocês lembram quando eu lancei ‘Bandida’ e o YouTube me restringiu fazendo eu colocar um asterisco no final? Zé Felipe acabou de lançar uma música que chama ‘Bandido’. Uma música legal. Só que o YouTube não restringiu ele. Está escrito lá ‘Bandido’, com todas as letras”, iniciou a cantora drag queen em seu desabafo compartilhado nos Stories do Instagram.

“Eu só fico muito triste quando surge essa discrepância, já que as diretrizes do YouTube são iguais para todas. Por que comigo sempre é assim? Só um desabafo mesmo. Acabei de ver um tuíte no Twitter falando disso e, às vezes, parece que as pessoas ficam pegando no nosso pé, né? Mas isso só dá mais força para a gente conseguir fazer nossos trabalhos. Mas isso me entristece muito. Muito, muito mesmo”

Vale destacar que em novembro de 2021, Pabllo Vittar e Pocah tiveram o alcance da canção “Bandida” diminuído na plataforma devido às questões com o título. A faixa marcou o primeiro single da versão deluxe de “111” divulgado por Pabllo Vittar.  Porém não demorou muito para que fãs notassem que YouTube estaria restringindo as pesquisas do vídeo.

Pabllo, que já foi censurada anteriormente após a divulgação do clipe “Parabéns”, com Psirico, precisou alterar o nome do single para “Bandid*”. Mas, segundo fãs, isso não impediu o vídeo de ser boicotado. No Twitter, a tag “Bandida Sem Censura” ficou, na época, entre os assuntos mais comentados do microblog.

Escrito por Leonardo Rocha

camila-queiroz-aniversário

Camila Queiroz reúne Ludmilla, Gkay e mais famosos em festa de aniversário

“Tento não ter preconceito”, diz Drica Moraes sobre Jade Picon em “Travessia”