(Foto: Reprodução / YouTube)
in ,

Organização que trata de saúde mental recusa doação de irmã de Britney Spears

Jamie Lynn iria doar parte do faturamento de seu novo livro para a organização This Is My Brave.

Apontada pelos fãs de Britney Spears como uma cúmplice do tratamento abusivo que ela sofre de sua família, em especial de seu pai, Jamie Lynn, irmã da cantora, teve uma doação rejeitada por organização que trata de saúde mental.

Britney Spears Jamie Lynn
Foto: Getty Images / Uso Autorizado POPline

Leia mais:

Com sua autobiografia, chamada “Things I Should Have Said”, marcada para lançamento em janeiro de 2022, Jamie Lynn Spears tem dado o que falar desde o anúncio de seu livro, quando também revelou que parte do faturamento do livro será doado para uma organização que trata de saúde mental, a This Is My Brave.

Apesar da boa ação, a organização foi duramente criticada por aceitar a doação de Jamie Lynn, pessoa que para muitos tem tanta culpa no tratamento recebido por Britney Spears, e seus consequentes problemas de saúde mental, quanto seu pai. E por isso anunciaram que negaram a doação.

Em publicação nas redes sociais, a organização This Is My Brave escreveu:

“Nós ouvimos vocês. Estamos tomando atitude. Pedimos profundas desculpas a todos que ofendemos. Nós estamos recusando a doação do livro a ser lançado por Jamie Lynn Spears.”

A reação dos fãs de Britney ao anúncio da This Is My Brave foram as mais positivas possíveis, incluindo muitas pessoas se prontificando em ajudar com doações à organização.

“Obrigada por não aceitar dinheiro de alguém cúmplice de abuso, silenciamento e exploração.”

“Obrigado por ajudar a culpabilizar Jamie Lynn ao invés de permitir que ela use vocês como escudo contra sua culpa. Como Britney disse quando ela bravamente falou contra seus abusadores: ‘Eu quero processar minha família’. Eu vou doar.”

Escrito por Kavad Medeiros

Lil Nas X comemora nº1 em passeio de ônibus animado por Los Angeles

Pokémon Unite: Evento de Halloween é anunciado, junto com novo Pokémon