Pai de Britney desviou R$ 2,8 milhões dela para "gastos com mídia"
(Foto: Reprodução / Instagram @britneyspears)
in ,

Mansão de Britney Spears foi vasculhada em busca de escutas e câmeras

Ação foi feita após alegações feitas de que a cantora era vigiada ilegalmente 24 horas por dia.

O atual advogado de Britney Spears, Mathew Rosengart, está fazendo o possível para dar a liberdade que a cantora merece e após conseguir a suspensão do pai de Britney, Jamie, de seu papel de tutor, ele agora quer ter certeza que ela está segura em sua própria casa.

Advogado de Britney Spears quer abandonar o caso, diz TMZ
(Foto: Divulgação)

Segundo o jornal britânico The Sun, a mansão de Britney foi vasculhada em busca de escutas e câmeras de vigilância ilegais, plantadas a mando de seu pai para monitorá-la 24 horas por dia.

Tudo na casa da cantora foi vasculhado durante sua recente ida ao Hawaii, mas não há informações sobre se algo foi realmente encontrado.

Leia mais:

Uma fonte próxima à cantora conversou com o jornal e afirmou: “Quando alegações surgiram sobre a espionagem, medidas foram imediatamente tomadas para garantir que as coisas fossem mais seguras. Como parte disso, um time especialista em segurança fizeram uma busca na casa e no terreno.”

“Foi efetivamente uma varredura, similar ao que o FBI faz. Isso é algo bem sério e foi levado muito a sério. E também foi mantido em segredo durante isso”, concluiu.

Pai de Britney Spears contratou empresa para monitorá-la secretamente

Britney Spears foi obrigada a fazer show com febre de 40ºC
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

Mais um documentário sobre a controversa tutela de Britney Spears foi ao ar com mais informações chocantes sobre a vida da cantora. Segundo o “Controlling Britney Spears”, documentário feito pelo The New York Times, o pai da cantora contratou uma empresa de segurança para monitorá-la secretamente.

A revelação sobre tal ação, que é considerada ilegal e uma invasão de privacidade, foi feita por Alex Vlasov para o documentário, que serve como uma espécie de continuação do polêmico “Framing Britney Spears”.

Por nove anos, Alex foi funcionário da empresa Black Box, contratada pela pai de Britney para fazer sua segurança e gravar secretamente suas conversas, telefonemas e até mensagens de texto.

“Isso realmente me lembrou de alguém que estava em uma prisão e os seguranças foram colocados em uma posição de serem carcereiros”, afirmou Alex Vlasov ao documentário “Controlling Britney Spears”.

As afirmações de Alex foram todas corroboradas por meio de documentos, e-mails, mensagens de texto e gravações de áudio, que mostram, inclusive, interações de Britney com seus filhos e namorado.

Escrito por Kavad Medeiros

Anitta recebe peças da Savage x Fenty, marca de Rihanna

Selena Gomez e Coldplay farão performance de “Let Somebody Go” na TV