Olivia Rodrigo em foto promocional para o álbum "SOUR" / Divulgação
in ,

Olivia Rodrigo celebra o primeiro aniversário do álbum “SOUR”

Cantora compartilhou texto no Instagram falando sobre o trabalho que “mudou sua vida”

O tempo voa! Parece que foi ontem, mas já faz um ano desde que Olivia Rodrigo conquistou o mundo ao lançar seu disco de estreia, o “SOUR”,. Dono de grandes hits como “drivers license”, “deja vu”, good 4 u”, “brutal”, “traitor” e uma infinidade de sucessos, o debute colocou, a cantora entre os artistas mais badalados da nova geração, quebrando vários recordes na indústria.

Álbum de estreia fenômeno pop
Foto: Divulgação

Leia mais

E como não poderia ser diferente, a estrela, de 19 anos, usou as redes sociais, para agradecer o carinho dos fãs e declarar todo seu amor pelo disco. “O meu primeiro álbum “SOUR” saiu faz, hoje, um ano.É impossível para mim resumir m palavras o quanto este álbum significa para mim, e quão grata estou por ter tido o privilegio de fazê-lo e o ver existir no mundo”, escreveu no Instaram

Vale lembrar que o trabalho acumula nada menos que 7 bilhões de streams no Spotify, até esta data, e rendeu à Olivia 3 Grammy’s, além de inúmeros recordes nas plataformas de áudio e de vendas. No decorrer do texto, Rodrigo destacou a parceria com o produtor Daniel Nigro.

“Obrigada @dan_nigro por fazer isso comigo e acreditar em mim mais do que ninguém. E obrigada a todos que abraçaram as minhas lamentações de 17 anos e mudaram para sempre minha vida”, contou ela, referindo-se às letras compostas durante o período de transição para a maior idade.

Em 2021,com menos de um ano de carreira, Olivia Rodrigo foi a artista internacional feminina com a faixa com o maior número de stream no ano

Olivia Rodrigo Sour Tour
Foto: Sam Gehrke / Rolling Stone

de 2021 com “good 4 u”. E o sucesso também chegou em vendas. “SOUR” é certificado de Diamante no Brasil, Diamante Duplo com “good 4 U”, Platina Duplo com “brutal”, Diamante com “traitor”, deja vu” e “favorite crime”.

 

Em dezembro, a cantora enviou uma mensagem com exclusividade ao POPline, falando sobre o trabalho. “Eu realmente gosto do nome ‘SOUR’ porque é uma referência pura a aspectos diferentes da minha vida, meus relacionamentos, meu relacionamento comigo mesma, eles estavam todos ‘azedos’ e achei que a palavra descrevia legal. É por isso que se chama ‘SOUR’, e estou bem orgulhosa como ele captura de forma precisa o que eu estava sentindo naquele ano”.

Escrito por Leonardo Rocha

Zé Neto pede desculpas após críticas à Anitta: “Não apoio nenhum tipo de ódio”

Fãs da Juliette alugam aviões para exibir faixas com declarações para a artista