Foto: Getty Images/ Uso autorizado ao POPline/ Instagram @britneyspears.
in ,

Kardashians ainda são parceiras de negócios de ex-empresária de Britney Spears

Lou Taylor é acusada de planejar a tutela que cerceou a liberdade da cantora

O jornal Page Six revelou que vários membros da família Kardashian-Jenner mantém relações de negócios com Lou Taylor, ex-empresária de Britney Spears e apontada como uma das responsáveis pela tutela que cerceou a liberdade da cantora.

Britney Spears: Pai da cantora é suspenso da tutela

Documentos da secretária de Estado da Califórnia, obtidos pela publicação, indicaram que Taylor atuou em vários negócios da família como “agende de serviço de processo” – uma pessoa designada para receber correspondências legais em nome das empresas.

“Keeping Up with the Kardashians” já estava há 20 temporadas no ar (Foto: Divulgação)

De acordo com o Page Six, Lou Taylor atuou no cargo para KKW Fragrance e KimsAPrincess Inc., de Kim Kardashian, King Kylie LCC, gigante de cosméticos Kylie Jenner, a corporação homônima de Kendall Jenner, a Kardashian Jenner Family Foundation Inc., uma organização sem fins lucrativos de Kris Jenner. Até o namorado de Kylie, o rapper Travis Scott, contratou os serviços com a Cactus Jack Enterprises LLC.  

>Documentário “Framing Britney Spears” estreia no Brasil: saiba como assistir

Foto: Frazer Harrison/ uso autorizado pelo Getty Images)

O endereço e o nome da empresa de Lou Taylor (Tri Star Sports & Entertainment Group) está listado nos registros das empresa da família em fevereiro de 2020. Em julho de 2021, a empresa não era mais citada nos documentos. No lugar dela, estava a eResidentAgent, mas o endereço continuava o da empresa de Taylor, em West Hollywood.

O Page Six diz não saber qual o envolvimento da empresa de Lou Taylor com os negócios das Kardashians e por qual razão ela deixou de ser citada nas declarações dos negócios das socialites nos últimos meses. Uma fonte disse ao jornal que a família de Kim quer o melhor para Britney e deseja a sua felicidade mesmo atuando ao lado de sua ex-empresária.

Outro envolvido no caso Spears

Além de Lou Taylor, Kris Jenner – a matriarca do clã-Kardashian-Jenner – mantém ligações com outra figura controvérsia e envolvida na história de Britney Spears. O chefe de segurança Edan Yemini, o mesmo guarda-costas que serviu a princesa do pop em momentos delicados da tutela. Ele é acusado de – junto com o pai da cantora, Jamie Spears, e Robin Greenhill, associado da empresa de Lou Taylor – monitorar o telefone de Britney e instalar uma escuta em seu quarto.

>Mansão de Britney Spears foi vasculhada em busca de escutas e câmeras

Em declaração ao documentário “Controlling Britney Spears“, do The New York Times, os representantes de Yemini afirmaram que a sua empresa de segurança sempre atuou dentro dos limites profissionais, éticos e legais. Um advogado da Tri Star, de Lou Taylor, descreveu como “falsas” as alegações de que estavam envolvidos no monitoramento da intérprete de “Toxic”.

Lou Taylor x Britney Spears

A empresa liderada por Lou Taylor gerenciou os negócios de Britney durante a turnê “Circus” e trabalhou com o espólio da cantora até 2020. Documentos judiciais obtidos pelo Page Six mostraram que a empresária estava envolvida em conversas sobre o começo da tutela de Spears, sendo apontada como uma das arquitetas da curatela.

 

 

Escrito por Douglas Françoza

Tudum Remix Netflix lança trilha sonora que celebra sua década no Brasil

Netflix lança trilha sonora que celebra sua década no Brasil

Cantores fazem releituras de Djavan, homenageado no Prêmio UBC 2021