banner com link para rádio globo
(Foto: Globo)
in ,

Jade não se arrepende de briga com Arthur: “estratégias diferentes”

No programa ‘A Eliminação’, a ex-BBB comentou sobre a rivalidade criada com o ator

Depois de participar do ‘Bate-Papo BBB’, com Rafa Kalimann, foi a vez de Jade Picon estar presente no ‘BBB – A Eliminação’, apresentado por Ana Clara e Bruno de Luca. No programa, a dupla de apresentadores decidiu falar sobre a rixa existente entre a ex-BBB e o ator, que também esteve no paredão da última terça-feira (08).

Arthur e Lucas discutem no BBB22: “contra o que a gente combinou”

LEIA MAIS:

A dupla perguntou se agora, fora da casa, teria batido o arrependimento de criar uma rivalidade contra o brother, e não ter se tornado sua aliada, como ele tentou inicialmente. Com sinceridade, ela negou e disse que enquanto ele joga pelo racional, ela fez um mix entre a razão e a emoção.

Não me arrependo de não ter sido aliada de Arthur, até porque a gente jogava bastante diferente. Eram estratégias diferentes. Ele mesmo falou que é bastante racional. Disse: ‘Eu não coloco emoção na frente do racional'”, pontuou.

Leia mais: 

No entanto, ela também imaginou como seria o jogo se a dupla estivesse junta dentro da casa para jogar. “Acho que se a gente tivesse se unido, o jogo seria totalmente diferente. Talvez a gente fosse se unir contra a casa inteira? Não sei como seria”, assumiu.

Bruno de Luca comentou que adoraria ver o jogo acontecendo entre os dois. Em tom de brincadeira, Jade respondeu: “Então, vou voltar lá! Vou dizer: ‘Arthur, eu tive a minha resposta! Vamos juntos’, brincou.

O POPline está fazendo uma cobertura completa de tudo que está acontecendo no BBB22. Fique de olho para não perder nadinha!

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Kaique Corrêa

Arthur e Lucas discutem no BBB22: “contra o que a gente combinou”

Empregados da Pixar afirmam que Disney censura personagens LGBTQIA+