Giulia Be tem muitas referências no clipe pessoa certa hora errada
Foto: Bernie / Léo Ferreira
in ,

Giulia Be tem muitas referências no clipe “pessoa certa hora errada”

Assista!

Se você é experiente na música amorosa, já encontrou a “pessoa certa hora errada”? É justamente sobre isso que Giulia Be fala em sua nova música, lançada nesta sexta-feira (10), já ganhando um clipe. Com composição da própria cantora com o irmão Danyel Marinho, a letra foi inspirada em uma história real dela.

Logo no início do clipe, Giulia Be aparece falando em um orelhão vintage. Na verdade, trata-se de áudios reais, falando o que ela gostaria de dizer à “pessoa certa”. “Antes de entrar no estúdio, achei que seria bom relembrar como eu estava me sentindo quando escrevi a música. De repente, eu estava sentada no chão, gravando um áudio falando o que eu gostaria de ter dito para aquela pessoa quando tudo aconteceu. No final, a gravação ficou gigante, então cortei dois trechos e incluí na versão final. Sinto que foi essencial para contar a história que queríamos”, contou a artista.

Giulia Be tem muitas referências no clipe pessoa certa hora errada
Foto: Bernie / Léo Ferreira

O clipe continua com fortes referências. Ela se inspirou em dois mundos paralelos. Ela explica: “O clipe é dividido em dois mundos: o consciente, que acompanha a personagem contando sua história pelas ruas da cidade; e o subconsciente, dentro do karaokê, em que ela está vivendo uma transformação”, explica.

Enquanto em um momento se utiliza de um jogo de cores e movimentos de câmera inspirados em Matrix, que auxiliam o espectador a entrar e sair da cabeça da protagonista, em outro a inspiração está em “Alice no País das Maravilhas” em sua versão ilustrada por Salvador Dalí, o grande nome do Surrealismo Espanhol.

Escolhi me utilizar do surrealismo porque uma de suas maiores características é a livre expressão do pensamento, acesso ao inconsciente, e segue muito os ensinamentos de Freud. Quando pensei nisso, logo pensei na Alice caindo no País das Maravilhas, onde ela precisa passar por vários desafios para se conhecer. A versão ilustrada por Dalí junta esses dois conceitos. Senti que tínhamos, ali, nosso subconsciente”, esclarece.

Assista ao vídeo:

Leia Mais:

O clipe “pessoa certa hora errada” foi dirigido pela própria Giulia Be, marcando sua estreia nesse posto. O final da música é instigante, já que deixa uma história abeta. “quem sabe lá na frente? se eu tiver por aqui de novo. se eu te ligar. cê não me atende… ”, diz ela.

Escrito por Caian Nunes

Depois de carro e par de meias, Virginia gasta quase R$ 8 mil em caneta

BLACKPINK: Lisa aposta no estilo musical do debut solo de Jisoo

BLACKPINK: Lisa aposta no estilo musical do debut solo de Jisoo