BTS
in ,

Fãs de k-pop derrubam aplicativo da polícia para coibir protestos nos Estados Unidos

Os fãs de k-pop estão fazendo sua parte para ajudar os grupos de manifestantes que participando dos protestos pela morte de George Floyd, nos Estados Unidos. Em uma ação orquestrada no Twitter, eles conseguiram derrubar um aplicativo da polícia de Dallas, que servia para denunciar supostas ações violentas dos ativistas durante os atos.

Tudo começou quando a polícia de Dallas divulgou um aplicativo para receber denúncias de supostas ações violentas cometidas por manifestantes nos protestos. Pelo Twitter, a instituição anunciou:

“Se você tem vídeos de atividades ilegais em protestos e quer compartilhá-los com a polícia, você pode baixar o nosso aplicativo iWatch Dallas. Você pode permanecer anônimo em sua denúncia”

Os fãs de k-pop, por sua vez, viram uma oportunidade de participar do movimento contra o racismo e propuseram que todos baixassem o aplicativo, mas, ao invés de mandar vídeos dos protestos, enviassem cenas de seus cantores e cantoras favoritas dançando e cantando.

Depois do chamado, fãs de BTS, Blackpink e outros grupos de k-pop se juntaram para atender ao chamado. Muitos deles até criaram novos vídeos só para mandar para o aplicativo, com o objetivo de tirar a atenção dos policiais.

A ideia funcionou tanto, que devido ao grande número de vídeos enviados, a polícia de Dallas decidiu retirar o aplicativo do ar. No Twitter, eles disseram:

“Devido a dificuldades técnicas, o nosso aplicativo iWatch Dallas ficará fora do ar temporariamente”

Manifestações

Os Estados Unidos estouraram em manifestações nos últimos dias. Milhares de pessoas foram às ruas em aproximadamente 140 cidades no território americano para reivindicar direitos, principalmente raciais, e justiça por George Floyd.

Floyd era um homem negro, de 46 anos, que foi brutalmente assassinado pela polícia, mesmo sem esboçar qualquer tipo de reação ao ser detido. O motivo teria sido uma acusação de que ele tentou pagar uma compra com uma nota falsa de US$ 20.

Yungblud foi visto em manifestação contra o racismo e a truculência policial em LA (Foto: Reprodução)

Vários famosos também se juntaram aos protestos no fim de semana. Foi o caso de Ariana Grande, Halsey, Youngblud, Shawn Mendes, Camila Cabello, entre outros, que se uniram ao povo nas ruas em nome da causa.

Halsey contou que chegou a ser atingida por uma bala de borracha, enquanto participava de uma manifestação em Los Angeles. Em seu Instagram, a cantora fez lives de alguns momentos de tensão entre as pessoas que estavam nas ruas e a polícia.

Além disso, nas redes sociais, diversas outras celebridades se pronunciam como Taylor Swift e a cantora Beyoncé.

Beyoncé usou o instagram para manifestar sua revolta. Em um vídeo publicado na rede, ela disse: “todos nós testemunhamos o assassinato dele em plena luz do dia. Estamos despedaçados e revoltados”. E acrescentou:

“Chega de assassinatos sem sentido de seres humanos. Chega de ver pessoas de cor como inferiores. Não podemos ignorar. George é nossa família na humanidade”.

Beyoncé também incentivou os seguidores a participarem de uma petição pela prisão dos policiais envolvidos no caso. “Nós precisamos de justiça para George Floyd. Por favor, assinem e continuem a orar pela paz, compaixão e cura do nosso país”.

Veja o vídeo!

 

Ver essa foto no Instagram

 

If you want to demand more charges brought on all those involved in the death of George Floyd, click the link in my bio to sign the petition.

Uma publicação compartilhada por Beyoncé (@beyonce) em

Escrito por Victor Arris

Caso George Floyd: Harry Styles e Katy Perry pagam fiança de manifestantes presos nos EUA

POPline Masks4All é o festival online beneficente que visa angariar fundos para fabricação de máscaras para as cidades mais atingidas pela Covid-19

POPlineMasks4ALL: Veja a lista com os nomes dos ganhadores do game do festival