in ,

Camila Cabello e Shawn Mendes participam de protesto contra racismo nos EUA

Camila Cabello e Shawn Mendes quebraram o período de isolamento social para fazer um protesto em Miami, no domingo (31/5). O casal do pop participou da manifestação do Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), movimento que combate o racismo nos Estados Unidos.

Saíram diversas fotos dos cantores com cartazes escritos “Black Lives Matter” no protesto. Camila e Shawn estavam de máscaras, como vários dos manifestantes, por conta da pandemia do coronavírus.

Veja imagens dos dois no protesto:

O protesto se fez emergencial nos Estados Unidos, depois que o vídeo de um policial assassinando um homem negro por asfixia viralizou na Internet. O motivo? O homem supostamente teria usado notas falsas em um mercado.

Protestos tem acontecido diariamente no país, em nome desse cidadão, George Floyd. Dada a repercussão, o policial foi preso e responderá por homicídio de terceiro grau. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no entanto, inflama os protestos, com declarações controversas.

Ver essa foto no Instagram

I’ve been trying to find the right words to say after I saw the  video where George Floyd’s life is being taken from him with impunity… I am so sorry to George Floyd’s family and Ahmaud Arbery’s family, And Breonna Taylor’s family and to the countless other black families that have their children and parents being taken away from them. I stand with you in outrage and I have called Minnesota Governor Walz, Minnesota Attorney General Keith Ellison , and Hennepin County Attorney Mike Freeman, their numbers and what to say is on the ACLU website, and I urge you to please call, please sign the petitions, and let’s stand together for justice. We need a change, we can’t afford to be silent, and we can’t afford a society that’s indifferent to others pain. #BlackLivesMatter #WeCantBreathe

Uma publicação compartilhada por camila (@camila_cabello) em

Outros artistas também se manifestaram

Taylor Swift usou o Twitter para criticar a postura do presidente dos Estados Unidos após a morte de George Floyd. “Depois de alimentar o fogo da supremacia branca e do racismo em toda sua presidência, você tem coragem de fingir superioridade moral antes de ameaçar violência?”, questionou a cantora.

Ariana Grande também usou as redes sociais para protestar contra o racismo nos Estados Unidos. Ela pediu para que os fãs façam valer sua voz na próxima eleição presidencial. “Muitas coisas parecem assustadoras, perigosas e incertas agora”, escreveu a cantora, “mas há coisas no nosso controle: votar, falar com legisladores, responder ao Censo. O mais importante que você pode fazer agora é retomar o poder, se tornar um eleitor e saber quando é sua próxima eleição”.

Escrito por Leonardo Torres

Após alguns dias sem falar sobre Anitta nas redes sociais, Léo Dias volta a vazar áudio da cantora

Confira agenda de lançamentos solos do BLACKPINK