Foto: Rachit Tank/Unsplash
in

“Fan-Powered Royalties”: tudo que você precisa saber sobre a nova forma de pagamento do SoundCloud

Em um movimento pioneiro e revolucionário na indústria, o SoundCloud anunciou nesta quarta-feira (03), a introdução do Fan-Powered Royalties (royalties movidos por fãs): uma nova forma de pagamento que, segundo eles, é “mais justa e transparente para artistas emergentes e independentes ganharem dinheiro na plataforma”.

O formato é o mesmo que já vem sendo discutido há algum tempo na indústria, o Modelo “User-Centric” em que o dinheiro seria dividido com base no compartilhamento de escuta por usuário – ou seja, os fãs do artista.

Segundo a empresa, com essa mudança, a receita de assinatura ou publicidade de cada ouvinte é distribuída entre os artistas que eles ouvem, ao invés de suas peças serem agrupadas – beneficiando artistas independentes em ascensão com fãs leais.

“Muitos na indústria desejam isso há anos. Estamos entusiasmados por sermos os únicos a trazer isso ao mercado para melhor apoiar os artistas independentes. O SoundCloud está posicionado de forma única para oferecer este novo modelo transformador devido à poderosa conexão entre artistas e fãs que ocorre em nossa plataforma”, disse Michael Weissman, CEO da SoundCloud.

O lançamento deste novo modelo de pagamento representa um movimento significativo na direção estratégica do SoundCloud para crescer e criar novas oportunidades diretamente com artistas independentes.

Anteriormente, e ainda muito utilizado pelas demais plataformas de streaming, o modelo modelo “Pro-Rata” se baseia na reunião de todas as receitas geradas pelos usuários e esse valor é distribuído com base no número de streams. Por isso que os valores de um stream são na escala de centavos.

Foto: Divulgação

Vantagem para artistas independentes

Os “Fan-Powered Royalties” nivelam o campo de jogo para artistas independentes, incluindo pagamentos dos seus fandoms. Dessa forma, segundo a empresa, os artistas agora estarão mais bem equipados para desenvolver suas carreiras, criando conexões mais profundas com seus fãs mais dedicados; e, por sua vez, os fãs podem influenciar diretamente como seus artistas favoritos são pagos.

“Os royalties movidos pelos fãs refletem o feedback da comunidade de artistas independentes no SoundCloud, que desejam pagamentos equitativos, transparência e controle sobre suas próprias carreiras”, revelam.

Os quase 100.000 artistas independentes que monetizam diretamente no SoundCloud por meio do SoundCloud Premier, Repost by SoundCloud ou Repost Select se beneficiarão de royalties movidos por fãs a partir de 1º de abril de 2021. A implementação é apoiada por uma extensa campanha de educação para os artistas, e contato direto e contínuo com a comunidade de artistas independentes e parceiros da indústria.

Deezer apoia o modelo de pagamento

Nesta terça-feira (2), a Deezer declarou apoio ao modelo de pagamento idealizado pelo SoundClound, mesmo antes do anúncio oficial feito pela plataforma. Para Alexander Holland, Diretor de Conteúdo e Estratégia da Deezer, o movimento encabeçado pela plataforma “é um passo na direção certa” e declarou estar feliz em apoiar o pagamento centrado no usuário, “um movimento que temos liderado desde o início”, destaca.

“O projeto piloto é um ótimo primeiro passo, mas envolve apenas artistas independentes e que fazem seu próprio upload dentro da plataforma. A Deezer está pronta para lançar um piloto de pagamento UCPS completo e estamos ansiosos para ter o SoundCloud do nosso lado para convencer as gravadoras a fazê-lo”, diz Holland.

Quer entender a diferença entre os modelos “Pro-Rata” (mais usado atualmente) e “User-Centric” (iniciado pelo SoundCloud)? Clica aqui e confira a matéria completa no nosso Guia MM.

Escrito por Rafa Ventura

Gustavo Mioto comemora nº1 nas rádios do país

Gustavo Mioto comemora nº1 nas rádios do país

Harry Styles: o que esperar do clipe de "Golden"?

Harry Styles domina segmento internacional nas rádios brasileiras