Connect with us

Entrevistas

Entrevista: Armandinho fala sobre novo álbum e defesa ambiental “Estou voltando à minha essência”

Músico falou que o seu casamento foi fundamental para o novo momento na carreira!

Published

on

Armandinho está em um momento de realização na carreira! O músico gaúcho esteve na Casa do POPline e falou sobre o novo álbum, que será lançado entre outubro e novembro, além das experiências internacionais com shows lotados na Austrália e Nova Zelândia. Em total clima de good vibes, ele nos convida a celebrar a vida, o amor e o meio ambiente!

Armadinho, recentemente você fez shows lotados na Austrália e Nova Zelândia, do outro lado do mundo, em países tão diferentes do nosso. Como foi a experiência?

Eles são distintos, mas se aproximam quando se trata de surf! Aí é uma linguagem universal para todo o mundo. É muita gente que está há 15, 20 anos fora do Brasil e aí fica sabendo do show: “Pô, é o Armandinho, reggae, praia. A felicidade com a qual eles recebem os shows é incrível! Foram shows lotados com a galera que curte esse lifestyle. Independentemente do lugar onde fazemos o show, o público tem essa mesma identificação do lifestyle. Mas é óbvio, que fora, por não ser algo que acontece com frequência, a galera dá muito mais valor. a filosofia é a mesma para os públicos em todos os locais.

Ver essa foto no Instagram

@audio linda ! São Paulo é Foda ! @novabrasilfm #novareggae

Uma publicação compartilhada por Armandinho (@armandinhoebanda) em

Além disso, o seu palco tem um cenário com 300 garrafas pets, isso vai ao encontro do que a gente espera do “surf music” ser good vibes. Como foi a ideia?

Eu acho que a essência do surf não é só subir com os pés em cima da prancha. Você precisa entender que o surf sempre foi um esporte mal visto pela sociedade. Taxado por ser de “maconheiro”, vagabundo… Eu me importaria em ser chamado de ladrão, mal caráter. Nós somos “good vibes”, mas se mexeu com uma coisa deles, tipo a natureza, aí eles militam! Até porque o meio ambiente é o nosso habitat! A gente vive nele. Além de viver com os pés na terra, há todo um oceano… A gente defende o oceano como se defendesse a própria casa! Somos engajados na preservação ambiental e na defesa do mundo que é de todo mundo!

O seu mais recente álbum acústico foi gravado em 2017, mas foi “trancado” e lançado apenas em 2019. O que aconteceu?

O meu DVD estava trancado por um problema de editora. Ele tinha sido gravado em 2017, em Porto Alegre, já tinha perdido as esperanças de lançar porque eu achava muito antigo. O Armando de 2017 não é mais o de hoje! Eu já estava me preparando para lançar um trabalho de músicas inéditas, mas o foco agora é o lançamento de um trabalho novo, que será lançado entre outubro e novembro. Agora eu casei, estou com uma menina maravilhosa. Ela me deu um lar, cuida das minhas filhas, eu tenho uma família e voltei a ter aquele romantismo que eu tinha há 15 anos atrás quando lancei as primeiras músicas. Então, o meu trabalho deu uma mudada e parece que está voltando à essência, que é o que estou vivendo agora no convívio com a minha mulher e filhas. São letras singelas. Há dois anos estava engajado em proteção ambiental, agora as músicas vêm com a pegada das que eu fui lançado.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



POPline Mix




Ranking