Semelhante ao TikTok, YouTube Shorts inicia fase de teste nos EUA
Foto: Szabo Viktor/Unsplash
in

Concorrente do TikTok, versão beta do YouTube Shorts chega aos EUA em março

Com os testes avançando na Índia, plataforma se prepara para testes no mercado norte-americano

O YouTube divulgou hoje (17) um comunicado assinado pelo seu Chief Product Office, Neal Mohan, que falou sobre o investimento para capacitar a experiência da plataforma para a próxima geração de vídeos. Divididos em diferentes frentes de atuação da empresa, o anúncio contou que a versão beta do YouTube Shorts, que está em fase de testes na Índia e possui uma proposta muito semelhante ao TikTok, também será testada nos EUA a partir de março de 2021.

O executivo pretende fazer uma série de conteúdos para explicar os bastidores da plataforma que se considera empenhada em apoiar artistas e criadores de conteúdo durante este ano. Nos últimos três anos, o YouTube afirma ter pago mais de US $ 30 bilhões para criadores, artistas e empresas de mídia.

“Você já se perguntou o que aconteceu no desenvolvimento da ferramenta móvel do YouTube para gravar vídeos curtos? Ou o que é preciso para apoiar milhões de pessoas assistindo a um show ao vivo em HDR? É o que espero fazer com esta nova série de blog: explorar como transformamos ideias inovadoras em realidade de ponta para espectadores e criadores. Com base em nossa série anterior sobre o trabalho de responsabilidade do YouTube, levaremos você por dentro de nossos esforços contínuos para abrir um novo capítulo para vídeo”, diz Mohan.

YouTube Shorts

Atualmente, Shorts está disponível em beta na Índia. Desde o início de dezembro, o número de canais indianos que usam ferramentas de criação de Shorts mais do que triplicou, de acordo com a plataforma e o reprodutor de Shorts do YouTube agora está recebendo mais de 3,5 bilhões de visualizações diárias em todo o mundo.

Nas próximas semanas, a plataforma começará a expandir o beta para os EUA, disponibilizando nossas ferramentas para ainda mais criadores para que eles possam começar a usar os Shorts.

YouTube Shorts, ferramenta semelhante ao TikTok, avança os testes na Índia
Foto: YouTube Shorts/Divulgação

Mix de música

O YouTube Music tem mais de 70 milhões de faixas oficiais, além de playlists, remixes, videoclipes, performances ao vivo, covers e faixas raras que não são encontradas em nenhum outro lugar, de acordo com a empresa. Como o cenário da música continua a mudar de maneiras dinâmicas, o YouTube também está lançando mixagens mais personalizadas centradas nas atividades diárias e nos estados de espírito (moods) apreciados com a música, esteja você tentando malhar, se concentrar, relaxar ou ir para o trabalho.

Os fãs de música que adoram criar suas próprias listas de reprodução terão ainda mais recursos em mãos e também tornaremos as listas de reprodução criadas por usuários mais fáceis de descobrir para outras pessoas na plataforma.

Navegação mais fácil

Nos últimos anos, o YouTube apresentou um novo design para desktop, novos recursos para dispositivos móveis e um novo visual para a página de exibição. Este ano, a plataforma trará mais atualizações em vários dispositivos para ajudar a conectar os espectadores com seus criadores e conteúdos favoritos. No ano passado, foram lançados os “capítulos de vídeo” para ajudar os espectadores a navegar com mais facilidade em um vídeo. Desde então, a plataforma observou mais e mais criadores adicionando capítulos aos seus vídeos – mais de 20.000 vídeos por dia.

O YouTube há muito investe de forma proativa nas tecnologias visuais mais recentes. Agora oferecemos suporte a uma combinação de SD, HD, 4K, VR, HDR e vídeo ao vivo em quase todos os dispositivos com conexão à Internet – de desktops a móveis e de consoles de jogos a headsets de VR.

YouTube Kids

Existem agora mais de 35 milhões de espectadores semanais em mais de 80 países que usam o YouTube Kids, envolvendo-se em conteúdo como projetos familiares divertidos. Este ano, também a plataforma fornecerá novas ferramentas para os pais, incluindo uma opção altamente solicitada que permite aos pais adicionar vídeos e canais específicos da plataforma principal do YouTube às opções de visualização de seus filhos no YouTube Kids.

Ferramentas de Monetização e Shopping

“Continuaremos fortalecendo nossos produtos de monetização existentes, mas também encontraremos ainda mais maneiras de ajudar os criadores a diversificar seus fluxos de receita. Inspirados pelo sucesso do Super Chat e dos Super Stickers para transmissões ao vivo, testamos um novo recurso de aplausos que permite que os fãs mostrem apoio a seus canais favoritos do YouTube. Este recurso abre novas oportunidades de monetização para os envios dos criadores, e estamos ansiosos para lançá-lo de forma mais ampla para os criadores este ano”, afirma Mohan.

O YouTube também pretende aproveitar este conjunto completo de oportunidades de monetização por meio do comércio. Conforme os hábitos de compra dos consumidores mudam cada vez mais para o digital, a plataforma terá a oportunidade de atender à crescente demanda por e-commerce.

De acordo com o anúncio, o YouTube está testando a versão beta de uma nova experiência de compra integrada que permite aos espectadores aproveitar a credibilidade e o conhecimento de criadores de confiança para fazer compras informadas diretamente no YouTube que promete que isso se expanda no final de 2021.

Escrito por Láisa Naiane

Gracyanne Barbosa sai em defesa de Belo, após prisão do marido por show irregular na pandemia

BBB 21: Karol Conká revela preocupação com Pocah