in ,

Como Lea Michele está lidando com a onda de acusações?

Lea Michele está no olho do furacão desde o dia 1º de junho, quando a atriz Samantha Marie Ware a acusou de transformar sua experiência em “Glee” em um inferno. Quase todo dia aparece alguém contando uma história ruim do passado de Lea. As acusações perpassam por racismo, transfobia e sexismo, mas são sobretudo sobre mau comportamento, estrelismo e grosseria. Como Lea Michele está lidando com isso tudo? Um fonte próxima à atriz e cantora disse ao New York Post que ela está disposta a aprender com os erros.

Lea Michele Acusações
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

“Ela recebeu um verdadeiro alerta. Nunca é fácil ouvir as pessoas falarem sobre você dessa maneira. É um choque total. Lea foi uma vaca para muita gente, que agora está tendo a oportunidade de vir a público. Ela pode não ter sido a pessoa mais legal, mas ela não é racista, sexista ou transfóbica”, diz a fonte.

Segundo essa mesma pessoa, Lea Michele tem problemas de comportamento e está lidando com isso. “Ela está ouvindo o que todo mundo tem a dizer e quer se desculpar. Esse é o passado dela e ela quer lidar com responsabilidade”, fala.

Lea Michele está emotiva e estressada

Para completar, Lea Michele está grávida de sete meses – o que a deixa mais emotiva sobre o quanto seu jeito afetou a vida de outras pessoas. “Eu sei que ela tem chorado. É muito estresse”, diz a mesma pessoa, “mas não há desculpas para o comportamento dela e ela sabe disso”.

Por conta de todas as polêmicas, a marca de alimentos HelloFresh cortou contrato de publicidade com Lea Michele. “Estamos desanimados e desapontados ao saber das recentes reivindicações relativas a Lea Michele. Levamos isso muito a sério e encerramos nossa parceria com ela imediatamente”, informou a empresa.

Artista já se desculpou

Depois de Samantha Marie Ware, vários outros artistas vieram a público demonstrar antipatia por Lea Michele. As histórias vão desde “vontade de cagar na peruca” de colega de trabalho até chamar figurantes de “baratas”. Lea Michele foi rápida ao fazer um post para se desculpar, no dia 3 de junho, e não voltou a postar mais nada em suas redes sociais.

Confira a tradução:

“Uma das mais importantes lições das últimas semanas é que precisamos parar para ouvir e aprender sobre as perspectivas das outras pessoas e qualquer papel que tenhamos tido ou qualquer coisa que possamos fazer para ajudar a falar sobre as injustiças que eles enfrentam.

Quando eu tuitei no outro dia, foi com o intuito de mostrar apoio aos nossos amigos e vizinhos e comunidades pretas durante este período realmente difícil, mas as respostas que recebi para o que postei também me fizeram focar especificamente em como meu próprio comportamento em relação a colegas de elenco era percebido por eles.

Enquanto eu não lembro de ter feito essas afirmações específicas e não ter nunca julgado outros por sua história ou cor de sua pele, isso não é importante, o que importa é que eu claramente agi de forma que machucou outras pessoas. Tenha sido minha posição privilegiada e a perspectiva que me fizeram ser percebida como insensível ou inapropriada às vezes ou tenha sido apenas minha imaturidade e eu sendo desnecessariamente difícil, eu peço desculpas por meu comportamento e por qualquer dor que tenha causado.

Nós todos podemos crescer e mudar e eu definitivamente usei esses últimos meses para refletir sobre minhas próprias falhas.

Eu estou a poucos meses de me tornar mãe e eu sei que preciso continuar trabalhando para melhorar e tomar responsabilidade sobre minhas ações, para que eu possa ser um verdadeiro modelo para meu filho e para que eu possa passar minhas lições e erros, para que eles possam aprender de mim.

Eu ouvi essas críticas e eu estou aprendendo e enquanto eu estou muito arrependida, eu irei ser melhor no futuro por causa dessa experiência”

Escrito por Leonardo Torres

Aline Wirley acreditava que só uma preta entraria para Rouge

Live da Manu Gavassi: saiba como assistir ao show!