in ,

Após polêmica envolvendo maus tratos nos bastidores de “Glee”, marca rompe parceria com Lea Michele

A situação não está favorável para Lea Michele, atriz e cantora. Durante o dia, houve uma forte exposição de que ela teria tido atitudes desagradáveis durante os bastidores de “Glee”, série na qual foi protagonista. O pior, essas denúncias vieram de atores negros! Com tantos comentários negativos, uma marca quebrou uma parceria comercial com ela.

Lea Michelle perdeu espaço em publicidade.
Lea Michelle em propaganda da HelloFresh.

Questionada sobre o posicionamento sobre o assunto, a marca de alimentos HelloFresh fez questão de ressaltar que não concorda com as atitudes e não tem mais Lea Michele como garota propaganda.

O HelloFresh não tolera racismo nem discriminação de qualquer tipo. Estamos desanimados e desapontados ao saber das recentes reivindicações relativas a Lea Michele. Levamos isso muito a sério e encerramos nossa parceria com Lea Michele, com efeito imediato“, escreveu a página.

Entenda o caso

Samantha Marie Ware, que fez a sexta temporada da série, ironizou uma publicação onde Lea defendia manifestações contra o racismo. Ela relembrou que não era bem tratada pela protagonista nos bastidores de “Glee”.

Rindo alto. Você se lembra quando transformou em um inferno minha primeira experiência na TV? Porque eu nunca vou esquecer. Eu acredito que você falou para todos que, se tivesse a oportunidade, ‘cagaria na minha peruca’. Entre outras traumáticas pequenas agressões que fizeram eu questionar minha carreira em Hollywood”, disparou.

Quase que de imediato, outros colegas vieram expor alguns podres. A atriz Jeanté Godlock, que “DayBreak”, chegou a dizer que Lea se referia aos figurantes como “baratas”. Pesado!

Carreira

Lea Michele ficou famosa por interpretar a “Rachel” na série musical Glee, a partir de 2009. Depois do fim da atração, chegou a atuar em “Scream Queens” (2015). Na música, ela lançou três álbuns, são eles Louder (2014), Places (2017) e Christmas in the City (2019).

“Cannonball”, seu primeiro single em carreira solo, chegou ao 75º lugar na parada Billboard Hot 100, a principal dos Estados Unidos. Os lançamentos seguintes, no entanto, não conseguiram nem entrar, sem realmente emplacar sucessos.

Escrito por Caian Nunes

Pessoas estão pedindo desculpas à Katy Perry depois de críticas por posicionamento político em “Chained To The Rhythm”

Emocionado, Nego do Borel mostra preparação para live em comunidade