Clubhouse libera acesso para novos usuários sem convites
Foto: Clubhouse/Divulgação
in

Clubhouse libera acesso para novos usuários sem convites

Aplicativo dispensa o requisito de convite enquanto enfrenta o desafio de superar uma feroz concorrência com Twitter, Spotify, Facebook, entre outros

A Rede Social de Áudio Clubhouse, após um pouco mais de 1 ano de existência, abandona a sua versão beta e libera acesso para novos usuários sem convites. O comunicado foi feito ontem (21) e marca o início da nova etapa do Clubhouse que enfrenta uma feroz concorrência de players como Twitter, Spotify, Facebook, entre outros.

“Estamos entusiasmados em compartilhar que o Clubhouse saiu da versão beta, está aberto a todos e está pronto para começar seu próximo capítulo. Isso significa que removemos nosso sistema de lista de espera para que todos possam entrar. Se você tem um clube, pode postar seu link em todos os lugares. Se você é um criador com um público, pode trazer todos eles. Se você estiver hospedando um evento público, qualquer pessoa pode comparecer. Você pode trazer amigos próximos, colegas de classe, familiares, colegas de trabalho e qualquer pessoa que você quiser – no iOS ou Android”, aponta o comunicado.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Clubhouse (@clubhouse)

De acordo com a plataforma, o sistema de convites ajudou que o Clubhouse crescesse de forma moderada e evitasse que as coisas “se quebrassem enquanto a rede social escalava”. “Mas sempre quisemos que o Clubhouse estivesse aberto. Todos no mundo devem ter acesso a conversas significativas. E as melhores salas do Clubhouse são aquelas onde você encontra pessoas de fora do seu círculo social, com visões e experiências vividas muito diferentes, que mudam sua perspectiva de mundo”, diz o comunicado.

O Clubhouse afirma que a primeira metade do ano foi uma “montanha-russa” e que sua equipe passou de 8 para 58 pessoas. O número de salas diárias cresceu de 50 mil para meio milhão. Com o lançamento da versão Android em meados de maio deste ano, o Clubhouse adicionou 10 milhões de pessoas à comunidade e viram 90 milhões de DMs enviados desde que lançaram o Backchannel, canal de mensagens nas salas, na semana passada.

O ouvinte médio agora passa mais de uma hora por dia no Clubhouse, e uma grande porcentagem de pessoas não apenas escuta, mas realmente fala. “Essa é a nossa parte favorita de tudo. Enquanto isso, a variedade de comunidades e clubes continua a crescer a cada dia, em todo o mundo, de todas as formas surpreendentes. É incrivelmente empolgante, mas sabemos que temos muito mais a construir nas próximas semanas, meses e anos”, diz o Clubhouse.

Suspeitamos que haverá muitos mais altos e baixos à medida que escalamos, e a competição das grandes redes será feroz. Mas acreditamos que o futuro é criado por otimistas e estamos ansiosos para construir algo novo na Internet – um lugar baseado na conexão humana e conversas animadas, onde você sempre se sinta bem-vindo e livre para ser você mesmo. Estaremos aumentando nossa equipe um pouco à medida que fazemos isso, então se você estiver interessado em construir conosco, adoraríamos ouvir de você”, diz o comunicado.

Relembre o início do crescimento da popularidade do Clubhouse, a partir da avaliação de mercado estabelecida em 1 bilhão de dólares, clicando aqui. 

 

Escrito por Láisa Naiane

K-Pop: BTS quebra novo recorde no Japão

BTS é campeão em vendas digitais nos Estados Unidos em 2021

Lorde estreia nova música no Top 200 do Spotify