Situação tensa
Foto: Getty Images
in ,

Artistas se pronunciam contra mortes em protestos na Colômbia

Dezenas de mortes já foram registradas.

A situação na Colômbia está muito complicada. As ruas estão sendo tomadas por manifestações contra a reforma tributária apresentada pelo presidente colombiano, Iván Duque. Já são 6 dias de protestos e mortes estão sendo registradas após violência policial. Estima-se mortes de 19 pessoas, sendo 18 deles civis e 1 policial.

A ONU já condenou essa brutalidade em declaração: “Estamos profundamente alarmados pelos acontecimentos ocorridos na cidade de Cali, na Colômbia, na noite passada, quando a polícia abriu fogo contra os manifestantes que protestavam contra a reforma tributária, matando e ferindo várias pessoas, segundo a informação recebida“, afirmou Marta Hurtado, porta-voz do escritório suíço.

Na internet, artistas estão se manifestando sobre o caso. Muitos esperam pelos posicionamentos de Shakira e Maluma, os colombianos mais famosos, mas eles ainda não se pronunciaram.

Artistas se pronunciam
Foto: Getty Images

Veja os comentários:

A todos os meus colegas colombianos, isso não é político, esta é a vida dos cidadãos do nosso país!!! Temos que receber a atenção necessária para ter ajuda“, clamou Karol G, que é colombiana.

O mundo precisa saber que a Colômbia precisa de ajuda“, comentou J Balvin, que é da Colômbia.

Ozuna desejou “Amor e paz na colômbia”.

Atualização

Como muito esperado, Maluma se pronunciou. Leia:

A MINHA AMADA COLÔMBIA … 🇨🇴 Vivemos momentos tristes e dolorosos …. A intolerância e a incerteza tomaram conta de nossas vidas … por isso e mais, me associo a convidá-los a pensar profundamente em buscar a verdadeira PAZ e a se tornar profundamente conscientes de que a única saída é a tolerância… Fortalecer-nos para encontrar a calma, a paz, através do diálogo, da transparência, cujo objetivo principal e contundente é o caminho para CUIDAR DE VIDAS. NÃO MAIS MORTES, NÃO MAIS AGRESSÕES

Escrito por Caian Nunes

All I Know So Far

Nova música da P!nk é sobre quando ela achou que iria morrer

Festival FIXE reúne a produção artística de regiões lusófonas