Foto: Reprodução
in

Apple Music revela que sua estratégia de áudio espacial está valendo a pena

A maioria dos assinantes da Apple Music experimentou o áudio espacial e os ouvintes aumentaram 50% desde setembro

Os esforços da Apple para diferenciar seu serviço de streaming de música parecem estar funcionando. De acordo com a Billboard, oito meses após o lançamento, os primeiros resultados chegaram e o áudio espacial está crescendo rapidamente na Apple Music.

A maioria dos assinantes da Apple Music experimentou o “Spatial Audio” (áudio espacial), e os ouvintes aumentaram 50% desde setembro, revelou a empresa à Billboard. As reproduções de faixas do áudio espacial também quadruplicaram desde setembro, e o catálogo se expandiu rapidamente, crescendo sete vezes desde que o formato ficou disponível da plataforma.

Leia mais:

Em junho do ano passado, a Apple Music lançou o ‘Spatial Audio”, sua versão do Dolby Atmos Music, a experiência de áudio imersiva que foi anunciada como sucessora do estéreo. E enquanto o áudio espacial estava disponível sob diferentes marcas de Tidal e Amazon Music, a Apple declarou que o crescimento dele era o foco principal para o serviço de streaming, com o vice-presidente sênior de serviços da Apple, Eddy Cue, dizendo à Billboard que o recurso seria “um verdadeiro divisor de águas” para a indústria da música.

“Esta é a maior prioridade no que fazemos porque acreditamos nisso, porque achamos que isso é melhor para o cliente e é melhor para a indústria criativa”, diz Oliver Schusser, vice-presidente da Apple Music.

Schusser diz que a Apple Music tinha apenas alguns milhares de músicas disponíveis no áudio espacial quando lançou o recurso no ano passado, e a empresa fez uma jornada para vender artistas e produtores – junto com ouvintes – na nova experiência imersiva.

Oliver Schusser, vice-presidente da Apple Music | Foto: Divulgação

Embora ainda não tenha mudado a indústria da música, o crescimento do áudio espacial se reflete nas paradas da Apple Music. Desde o início do ano, 37% das 10 melhores músicas no gráfico do Daily Top 100 global da Apple Music estão disponíveis em áudio espacial, e 42% das 100 melhores músicas da plataforma nos EUA hoje também estão disponíveis em áudio espacial. Além disso, 40% dos maiores lançamentos da Apple Music desde setembro estão disponíveis no formato, de acordo com o serviço de streaming.

“Agora temos mais da metade de nossa base mundial de assinantes da Apple Music ouvindo áudio espacial e esse número está crescendo muito, muito rápido. Gostaríamos que os números fossem maiores, mas eles definitivamente estão superando nossas expectativas”, diz Schusser.

O impulso de áudio espacial da Apple Music ajuda a empresa a se diferenciar no mercado. Com todos os principais serviços de streaming de música mantendo o mesmo catálogo de músicas, uma experiência de áudio aprimorada e facilmente perceptível ajudaria a empresa a se destacar de seus concorrentes como o Spotify.

Para as gravadoras, a remasterização de músicas do catálogo no áudio espacial pode revigorar os fluxos em torno de um álbum ou artista e fornecer aos novos artistas uma ferramenta promocional adicional, além da experiência de audição aprimorada para os fãs.

Escrito por Rafa Ventura

V, do BTS, testa positivo para Covid-19

Giulia Be assume namoro com ex de Taylor Swift, Conor Kennedy