in ,

Apontada como mandante de assassinato, Flordelis era um dos maiores nomes da música gospel; conheça a história!

Antes de ser apontada como a mandante do assassinato do marido Anderson do Carmo, a deputada Flordelis também era conhecida  como uma das maiores representantes da música gospel no Brasil. Desde 1998, quando começou a carreira musical, ela lançou nove álbuns de estúdio, além de um DVD ao vivo. Certificados de ouro, platina entre outros estão entre as suas conquistas neste mercado.

Antes de ser apontada como a mandante do assassinato do marido, Flordelis era conhecida como uma das maiores representantes da música gospel (Foto: Divulgação)

Flordelis é do Rio de Janeiro. Ela cresceu na favela do Jacarézinho e ganhou destaque na mídia quando lutou contra a justiça para cuidar de crianças e adolescentes que sobreviveram à uma chacina na Estação Central do Brasil. Com o passar do tempo, novos filhos apareceram e o total chegou a 55 pessoas.

Seu primeiro CD foi lançado de forma independente em 1998, intitulado “Multidão”. Nos anos seguintes ela lançou “Só o Amor” (2002), “A Voz do Silêncio” (2005) e “Não se entregue” (2008). Porém, foi a partir do disco “Fogo e Unção” que a cantora começou a ficar mais conhecida no segmento gospel.

LEIA MAIS

>>> Primeira cantora gospel trans do Brasil lança EP “Posição”
>>> Banda gospel Preto no Branco defende causa LGBTQI+ no clipe de “Meu Lugar É Seu Amor”
>>> Quebrando paradigmas do Gospel, Priscilla Alcantara e Whindersson Nunes estreiam “Girassol” no top 5 do Spotify Brasil

“Fogo e Unção” foi o primeiro projeto da cantora depois de assinar com a gravadora MK music, do Rio de Janeiro. O disco foi lançado em 2010 e conquistou certificado de ouro.

Dois anos depois, veio “Questiona ou Adora”, que lhe rendeu disco de platina, com mais de 100 mil cópias vendidas. “Minha pressão até baixou de tanta emoção, dou glórias a Deus por este presente”, agradeceu Flordelis ao ganhar o prêmio na época.

Já em 2014., o lançamento de “A Volta por cima” lhe consagrou como uma das artistas mais requisitadas do ramo. Suas músicas se tornaram verdadeiros fenômenos pelo Brasil.

Pastora canta sobre família, superação e milagre

Ao longo da carreira, a pastora e deputada ficou conhecida por suas músicas com louvor impactante, transmitindo mensagens de fé e esperança.

Uma de suas marcas também é a mistura de gêneros, mesclando o tom religioso com ritmos como o forró, por exemplo.

Suas canções geralmente abordam temas como família, superação, milagre e casamento.

“Questiona ou Adora?”, “A Volta Por Cima”, “Canela de Fogo”, “Família de Jeová”, “Deus no Controle”, “Não Vou Parar de Adorar” e “Voz do Silêncio” estão entre as suas músicas mais conhecidas.

Gravação de DVD

Em março de 2016, Flordelis lançou seu DVD “A Volta Por Cima”. O trabalho foi gravado no dia 14 de novembro de 2015, na sede do Ministério Flordelis, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, em um evento que reuniu mais de 5 mil pessoas.

O projeto conta com as participações especiais de grandes nomes da música gospel, como Eyshila, Wilian Nascimento, Cassiane, Elaine Martins, Fernanda Brum, Gisele Nascimento, Léa Mendonça, Marina de Oliveira, Michelle Nascimento e Tonzão.

Relembre!

Em 2017 foi a vez de lançar “Realize” e em 2018 saiu seu último EP, chamado “O Sonho Não Morreu”, com cinco músicas inéditas.

A presidente da gravadora, Yvelise de Oliveira, que também chegou a ser investigada no inquérito sobre a morte do marido dela falou sobre o EP na época de seu lançamento.

“Guerreira, persistente, ousada e sempre se renovando. Esta é a querida Flordelis. Relembro como ela chegou aqui, e quanta coisa mudou, fico muito grata a Deus. As lutas e desafios continuaram… Mas, a Flor transforma cada um deles em lindo testemunho. Hoje, além de ser respeitada por seus projetos sociais e por ser esta maravilhosa mãe de 55 filhos, ela é reconhecida também como cantora e intérprete, com ministério consolidado. Definitivamente, um grande presente que recebemos”, disse.

A música de trabalho, “O Sonho Não Morreu”, foi inspirada na vida de José. “O luto acabou, o sonho não morreu. Na Terra da aflição, Ele só cresceu. A túnica no céu, ninguém rasgou, ninguém manchou. A fera não matou, José virou governador“, diz um trecho da letra.

“Meu grande desejo é que tudo que eu cantar sirva de estímulo para mudança de vida, libertação e salvação!”, declarou Flordelis sobre o novo disco na ocasião.

Veja o clipe de O Sonho Não Morreu!

O inquérito policial

Segundo investigações da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio de Janeiro, Flordelis seria a mandante do assassinato de Anderson do Carmo, seu marido. A pastora nega o crime.

À época do assassinato, em junho de 2019, a parlamentar relatou à imprensa que ele teria sido morto em um assalto.

Na segunda-feira (24), oito pessoas foram presas na Operação Lucas 12, por envolvimento na morte do pastor. Sete indiciados são filhos de Flordelis, além de uma neta. O inquérito indica que ele foi morto por questões financeiras.

Flordelis vai responder à Justiça por homicídio triplamente qualificado, associação criminosa, falsidade ideológica e uso de documento falso. Ela também responderá por tentativa de homicídio, devido às vezes que tentou envenenar o marido.

Escrito por Victor Arris

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

“Lábios de Navalha”: Wanessa Camargo estreará single no POPline na FM O Dia – ouça prévia!

Jennifer Lopez J.Lo Beauty

Jennifer Lopez anuncia o lançamento de sua linha de maquiagem, a J.Lo Beauty