(Foto: Divulgação/YouTube)
in ,

Plágio? 5 vezes que astros gringos “se inspiraram” em artistas brasileiros

Adele não foi a primeira a se envolver em suposto caso de plágio de músicas brasileiras

Nesta semana Adele foi acusada de plágio pelo compositor brasileiro Toninho Geraes, de 59 anos. Sua música “Million Years Ago“, do álbum “25”, chamou a atenção pela semelhança com a faixa “Mulheres“, muito famosa na voz de Martinho da Vila, e um debate sobre o assunto repercutiu nas redes sociais… Mas sabia que essa não é a primeira vez que astros gringos “se inspiram” em artistas brasileiros?

(Foto: Divulgação)

Aqui no POPline você já entendeu qual é a diferença entre sample e crédito de interpolação com o caso entre Olivia Rodrigo e Paramore devido a música “deja vu“. Agora, o foco será nas polêmicas envolvendo supostos plágios e aqui você acompanha 5 situações controversas que aconteceram com obras nacionais e internacionais.

Adele X Toninho Geraes

O suposto plágio cometido por Adele veio à tona depois que Toninho Geraes concedeu uma entrevista à Veja. “Fiquei estarrecido quando me dei conta. A melodia e a harmonia são iguais. É uma cópia escancarada”, comentou o compositor.

Duas notificações extrajudiciais já foram enviadas à cantora e Greg Kurstin, outro compositor da faixa. A gravadora XL Recordings/Beggars Group e o grupo Sony Music também estão cientes.

Escute “Mulheres”:

Escute “Million Years Ago”:

A semelhança é tanta que tem até mashup na internet, juntando as duas canções em uma só. Confira:

Gotye X Luiz Bonfá

O ano era 2012 e o refrão “Now you’re just somebody that I used to know” tocava sem parar nas rádios. O sucesso do cantor belga Gotye foi certeiro, mas ninguém imaginava que “Somebody That I Used To Know” tinha um detalhezinho brasileiro em sua composição.

A música usa duas notas de “Seville“, lançada em 1967 pelo violonista Luiz Bonfá, e foi parar na justiça. A família do brasileiro entrou com um pedido e Gotye concordou em pagar royalties.

Escute “Seville”:

Escute “Somebody That I Used To Know”:

Leia mais:

Rod Stewart X Jorge Ben Jor

Outro caso muito famoso foi quando Rod Stewart lançou em 1978 o hit “Da Ya Think I’m Sexy?”. O ponto alto da música lembra muito o “Têtêtêtêretê” de Ben Jor em “Taj Mahal” e o cantor brasileiro chegou a abrir um processo. O britânico, no entanto, reconheceu o plágio e os dois chegaram a um acordo amigável.

Escute “Taj Mahal”:

Escute “Da Ya Think I’m Sexy?”:

Black Sabbath X Vanusa

E qual a relação entre Vanusa e Black Sabbath? De primeira não existe nenhuma, mas a banda de heavy metal foi acusada de “copiar” a introdução da música “What to Do” da brasileira em seu sucesso “Sabbath Bloody Sabbath“.

Isso foi em 1973, quando as duas músicas foram lançadas com poucos meses de diferença. O disco da cantora brasileira saiu antes. Vanusa, no entanto, não recorreu e certa vez declarou que não passava de uma “coincidência musical”.

Escute “What to Do”:

Escute “Sabbath Bloody Sabbath”:

KISS X Secos e Molhados

Já no caso do Secos e Molhados e KISS, o cantor Ney Matogrosso acredita fielmente que os norte-americanos cometeram um “plágio visual” pela maquiagem pesada em seus rostos. Isso porque em 1970, três anos antes do lançamento da banda americana, ele, João Ricardo e Gérson Conrad já apostavam na mesma estética.

Um produtor tentou levá-los para os Estados Unidos. Sem sucesso, este mesmo produtor esteve envolvido no início da carreira da banda liderada por Paul Stanley e Gene Simmons. Coincidência?

(Foto: Divulgação)

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Sem sucesso no “Power Couple”, Fernanda Medrado aposta em “A Fazenda 13”

Harry Styles vacinará fãs em shows da “Love On Tour”