Connect with us

K-Pop

#WhiteLivesMatter: Fãs de K-Pop se unem e ofuscam conteúdo racista na hashtag

Hashtag supremacista #WhiteLivesMatter é dominada por fãs de K-Pop.

Published

on

Um dia depois das hashtags #BlackLivesMatter e #BlackoutTuesday dominaram as redes sociais, supremacistas brancos tentaram emplacar conteúdo racista com as hashtags #WhiteLivesMatter e #WhiteoutWednesday nesta quarta (3/6). O conteúdo, no entanto, foi diluído e ofuscado por fãs de K-Pop. Em resposta a onda de mensagens racistas, fãs do pop coreano decidiram floodar as hashtags.

O que significa? Postar outros conteúdos usando as hashtags. Eles passaram a postar fotos e vídeos de cantores de K-Pop, infinitas e massivas vezes. Desta maneira, quem clica nas hashtags racistas não encontra o conteúdo discriminatório originalmente idealizado para elas. Só vê fotos e vídeos de artistas de K-Pop: muito melhor, né?

Veja alguns dos tweets do #WhiteLivesMatter:

A hashtag #WhiteLivesMatter está no topo dos trending topics do Twitter nesta quarta-feira. Devido ao volume massivo de conteúdo de K-Pop atrelado a ela, o próprio Twitter já assumiu automaticamente que é uma hashtag de K-Pop e não de racismo. Muita gente, inclusive, acha que foram os fãs de K-Pop que criaram a hashtag preconceituosa, o que não é verdade.

Sobre o assunto, a revista Variety, dos Estados Unidos, escreveu: “embora algumas postagens recebem raiva e hostilidade de pessoas que não entenderam a piada ou responderam à hashtag, a maioria sinaliza aprovação. Pelo menos por um período, as mensagens de K-Pop enterraram completamente quase todas as mensagens racistas reais usando a hashtag. Os fãs provavelmente estão baseados nos EUA, já que muitos deles têm sotaque americano e os fãs da Coreia são menos ativos no Twitter”. Na verdade, muito do conteúdo é também de brasileiros, porque a hashtag chegou ao primeiro lugar nas mais usadas no país.

Fãs de K-Pop também atuaram em protestos nos EUA

Não é a primeira vez que fãs do K-Pop se unem no contexto das lutas antirracistas. Nesta semana, a polícia de Dallas, nos Estados Unidos, divulgou um aplicativo para receber denúncias de ações violentas de manifestantes em protestos contra o racismo. Fãs de K-Pop conseguiram derrubar o app, enviando cenas de seus cantores e cantoras favoritos dançando e cantando.

HojeTemLive.com.br




Ranking