in ,

Vítimas de cancelamento na internet, Anitta e Arthur Aguiar são capa da revista Veja

Foto: Divulgação

Vítimas frequentes do tribunal implacável da internet, Anitta e Arthur Aguiar são capa da revista Veja desta semana ao lado de outras celebridades, políticos e influencers que já foram cancelados nas redes sociais.

De João Batista Jr. e Marcelo Marthe, a reportagem “De Anitta a Drauzio Varella, o cancelamento destrói reputações nas redes” fala da “cultura do cancelamento”, onipresente nas redes sociais.

Segundo a publicação, as buscas pelo tema cresceram 1.200% nos últimos três meses, conforme dados do Google. Nas redes sociais, o ato de cancelar é uma tomada de posição radical diante de uma conduta que se julga censurável de alguma pessoa.

LEIA MAIS

Arthur Aguiar exige metade dos lucros na empresa de Mayra Cardi e coach rebate: “Gigolô”
Arthur Aguiar diz que “sua vida acabou” após exposed de Mayra Cardi
Na Europa, Anitta reaparece na Croácia curtindo noite de verão com amigos

Em uma espécie de cancelômetro, que mediria o grau de limbo digital em que a pessoa se encontra, Anitta é classificada como “fechada para balanço”, estágio onde os atingidos sofrem perda financeira ou algum revés profissional.

A publicação diz que Anitta ganhou a pecha de falsa e oportunista por causa de áudios vazados em que a cantora fala mal de “amigas” como Ludmilla e Ivete Sangalo. O texto lembra que a cantora pediu desculpas e passou a mudar a pauta de suas redes sociais, falando de política e meio ambiente.

“Artista brasileira de maior poderio no Instagram, com 47,8 milhões de seguidores, Anitta viu sua reputação ser posta em xeque quando o jornalista Leo Dias divulgou uma série de áudios de conversas de WhatsApp que flagravam a cantora falando mal das “amigas” Ludmilla, Ivete Sangalo, Preta Gil e Marina Ruy Barbosa. Hoje com uma promissora carreira no exterior, Anitta ficou em pânico, pois o escândalo poderia mexer com o bolso: ela temia perder a confiança de patrocinadores”, diz a matéria.

O texto continua dizendo que Anitta, então, deu uma amostra dos novos expedientes para se blindar de um cancelamento: “entrou com uma ação para impedir Dias de citar o nome dela (ganhou) e assumiu os erros. Craque do marketing, aproveitou a onda para lançar um single. Craque do marketing, aproveitou a onda para lançar um single”, completa.

A reportagem lembra ainda um caso vivido por Ludmilla, quando ela deu like em um post de Jair Bolsonaro na época da eleição. A funkeira diz ter apertado o emoji de coração “sem querer” e foi cancelada momentaneamente.

Arthur Aguiar foi cancelado após casos de traição

No caso de Arthir Aguiar, o cancelamento ocorreu depois que sua ex-mulher Mayra Cardi usou as redes sociais para expor uma série de traições do ator e cantor.

Depois do exposed, ele chegou a dizer que sua vida acabou.

“Eu não tinha noção do panorama inteiro, não tinha noção de tudo o que tinha feito. Você não sabe nem como começa, qual foi a primeira, por que você fez isso. Depois você vai entrando em um círculo vicioso de desequilíbrio. Me sinto totalmente envergonhado, não tenho vontade de sair na rua. Meu pensamento é que minha vida acabou, destruiu, desmoronou, já era. Eu não me relacionaria comigo agora“, disse o cantor.

 

Escrito por Victor Arris

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Giulia Nassa (BFF Girls) revela que começou a cantar por causa do rock and roll

Taylor Swift: Vídeos da era “folklore” dominam ranking do YouTube