Sam Smith revela que deseja ter filhos antes dos 35 anos: "Quero ser mamãe". Foto: Divulgação
Sam Smith revela que deseja ter filhos antes dos 35 anos: "Quero ser mamãe". Foto: Divulgação
in ,

Sam Smith revela que deseja ter filho antes dos 35 anos: “Quero ser mamãe”

O artista revelou que tem tido problemas gramaticais ao se assumir não-binário, mas que está muito confiante!

Aos 28 anos, Sam Smith já tem um plano bem definido! O artista, que recentemente se definiu como não-binário, disse que deseja muito “ser mamãe” e o quão é difícil ser alguém não-binário em um mundo com pronomes pessoais tão bem definidos quanto ao gênero.

Sam Smith revela que deseja ter filhos antes dos 35 anos: "Quero ser mamãe". Foto: Divulgação
Sam Smith revela que deseja ter filhos antes dos 35 anos: “Quero ser mamãe”. Foto: Divulgação

“Eu quero filhos. Eu quero tudo isso. Eu quero estar com as crianças, vê-los crescer e estar com eles todos os dias. Eu quero ser mamãe. Antes dos 35, definitivamente vou fazer isso em algum momento, mas ainda tenho mais em mim”, pontuou.

Sobre mudar o modo como se refere a ele mesmo, Sam Smith revelou que é um grande desafio, principalmente gramaticalmente, já que algumas pessoas se atrapalham e isso acaba “atrapalhando” a espontaneidade de suas relações.

“Sempre me senti como me sentia. Quando mudei meus pronomes, as coisas ficaram complicadas com certeza. Demorou. ‘Minha família, todos eles entendiam assim e não era um problema. O que aprendi é que as pessoas não gostam de estar erradas e, quando as pessoas confundem um pronome ou algo assim, elas realmente não gostam. ‘Isso meio que estraga conversas, estraga momentos. É muito difícil. ‘Então, eu tive que entrar em mim mesmo e tentar lidar com isso de uma forma realmente gentil e saber que todos estão trabalhando nisso. Isso vai levar algum tempo. Estamos mudando um idioma aqui”.

“Sinto-me tão sem medo do fracasso, sem medo de minhas imperfeições”

Com uma mensagem de empoderamento, Sam Smith revelou que a partir do momento que se assumiu como não-binário, esse ato foi de sua importância para a consolidação da sua identidade e confiança!

“Sinto-me tão sem medo do fracasso, sem medo de minhas imperfeições. E eu sinto que não sinto muito medo no momento, porque sinto que poderia fazer tudo errado e ainda estaria tudo bem porque eu tenho minhas próprias costas. ‘Eu realmente tenho minhas próprias costas e é uma sensação adorável'”.

Veja a entrevista completa de Sam Smith aqui!

Escrito por Helena Marques

Diva Menner é a primeira cantora trans do The Voice Brasil

Anitta ultrapassa 5 bilhões de visualizações no YouTube