Qobuz serviço de streaming musical com alta definição chega ao Brasil
Qobuz serviço de streaming musical com alta definição chega ao Brasil. Foto: Unsplash
in

Qobuz: serviço de streaming musical com ‘alta definição’ chega ao Brasil

Em entrevista ao POPline.Biz, Diretor Executivo da Qobuz, Pierre Largeas, fala sobre a metodologia para Pitching da plataforma, diferenciais e acordo realizado com o Ecad

O mercado musical brasileiro acaba de ganhar mais um agente que irá competir no acirrado ecossistema das plataformas digitais: a Qobuz. A plataforma de streaming musical francesa afirma possuir um serviço de som de “alta definição” e considera o seu conteúdo editorial como um dos principais diferenciais para os consumidores que pretende conquistar no Brasil. O aplicativo que não é suportado por anúncios, está disponível aos usuários premium nas lojas digitais da App Store e Google Play.

Leia Mais:

“Estamos muito animados em oferecer nossos serviços no Brasil, onde muitos fãs de música têm esperado ansiosamente a chegada de um serviço de áudio de alta qualidade. O mercado está amadurecendo e existe uma grande demanda para diferentes opções musicais. Desde o início, a Qobuz tem apostado em oferecer uma opção alternativa de streaming através de uma experiência baseada em ecletismo e respeito pelos artistas. Agora, os brasileiros poderão ter acesso a um serviço que oferece um grande espaço para artistas novos e independentes que estão fora do mainstream”, disse Pierre Largeas, diretor-executivo do Sul da Europa e América da Latina da Qobuz.

Pierre Largeas, diretor-executivo do Sul da Europa e América da Latina da Qobuz
Pierre Largeas, diretor-executivo do Sul da Europa e América da Latina da Qobuz. Foto: Divulgação/Qobuz

Fundada em 2007, a Qobuz oferece um catálogo de milhões de faixas, que serão liberadas no Brasil no decorrer das próximas semanas. Músicos locais também se apresentam na plataforma o que é apontado como um de seus principais diferenciais, para que os assinantes da plataforma possam explorar a rica cena local e os álbuns e artistas que fizeram da cena musical brasileira uma das melhores e mais reconhecidas no mundo.

O aplicativo que não é suportado por anúncios, ou seja, não possui uma versão gratuita – freemium – liberada para os usuários, acredita que essa metodologia garante a remuneração para os titulares de direitos autorais.

“Qobuz acredita em garantir uma remuneração justa para os artistas e detentores de direitos. Por isso, Qobuz não oferece uma assinatura gratuita ou impõe qualquer anúncio, e dá preferência pra um streaming em Hi-Res, com modelos que garantem uma remuneração melhor para os criadores que trabalham na produção de uma música.”, afirma o comunicado da plataforma.

Em entrevista ao POPline.Biz é Mundo da Música, Pierre Largeas, diretor-executivo do Sul da Europa e América da Latina da Qobuz, foi questionado em relação a regulamentação com o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) no qual afirmou que “o acordo com o Ecad está assinado”. Mais detalhes não foram divulgados.

Conteúdo, recomendações e pitching na Qobuz

De acordo com Largeas, “os artistas podem enviar suas músicas para a plataforma através de uma Agregadora, Distribuidora ou através de seu Selo ou distribuidora, se eles tiverem um contrato assinado com qualquer um desses.”

Se os artistas não tiverem um contrato com um Selo, eles podem utilizar alguma das distribuidoras a seguir, que possuem parceria com a Qobuz, como: TuneCore, Distrokid, Spinnup, iMusician, CDBaby e Repost.

“Chamamos a atenção para o fato que o artista em questão deve indicar explicitamente a Qobuz nas plataformas distribuídas, caso contrário, não receberemos o conteúdo.”, afirma Largeas.

Qobuz: serviço de streaming musical com 'alta definição' chega ao Brasil
Qobuz: serviço de streaming musical com ‘alta definição’ chega ao Brasil. Foto: Divulgação

Questionado sobre o funcionamento do pitching para a curadoria musical nas playlists da plataforma, Largeas diz: “nossa equipe local de Music Merchandising ouve e analisa continuamente as novidades anunciadas pelas Gravadoras e Selos.”

O executivo continua: “nossa equipe então, seleciona os lançamentos, reedições ou faixas de álbuns mais relevantes para serem incluídos em nossas playlists de curadoria humana, de acordo com o DNA da Qobuz, os gostos e expectativas de nossos usuários. O Pitching de artistas independentes, sem gravadora ou distribuidor, será tratado diretamente com nossa equipe de Music Merchandising, assim que um contato for feito.”

O conteúdo editorial da Qobuz possui 500 mil resenhas de álbuns, livretos, entrevistas com os artistas e biografias. A plataforma afirma que prioriza uma curadoria humana e personalizada, tendo recomendações e playlists feitas por “um seleto time de entusiastas de músicas para destacar artistas em ascensão.”

A plataforma promete “oferecer mais espaço para artistas independentes e não-mainstreams, destacando o que é novo e relevante na cena musical, enquanto também traz clássicos para enriquecer a experiência”. Como parte da inauguração da plataforma, a equipe da Qobuz preparou uma curadoria de playlists contendo artistas nacionais para serem (re)descobertos.

Qobuz serviço de streaming musical com alta definição chega ao Brasil
Qobuz serviço de streaming musical com alta definição chega ao Brasil. Foto: Divulgação

Som com “alta definição”

Desde seu início, o foco da Qobuz é oferecer a melhor qualidade sonora disponível para os “nerds musicais”. A alta qualidade de som da plataforma oferece aos assinantes um áudio profissional, em Hi-Res “qualidade de áudio” (24-Bit a 192 kHz) e qualidade de CD – também conhecida como HiFi ou HD -, para garantir uma qualidade de som ímpar da forma que os artistas pretendiam entregar suas canções desde o início. Essa diferença vem de encontro com a demanda para um som de alta qualidade de streaming que valoriza o trabalho do artista.

Planos da Qobuz

A Qobuz oferece diferentes assinaturas, permitindo que os usuários ouçam e descubram músicas de forma ilimitada.

QOBUZ STUDIO:

  • STUDIO SOLO: R$21,60 por mês* (conta individual)
  • STUDIO DUO: R$29,90 por mês* (1 assinatura para 2 contas)
  • STUDIO FAMILY: R$34,99 por mês* (até 6 contas em uma única assinatura)

*Valor válido para assinatura com pagamento único anual

As Assinaturas DUO e FAMILY estão disponíveis para pessoas que moram no mesmo endereço.

Escrito por Láisa Naiane

“Encontrei na música uma forma de me libertar”, afirma Karol Conká

Miley Cyrus deve apresentar novamente o especial de Ano Novo da NBC, diz site