in ,

“Pipoca” na Globo: Ivete Sangalo diz que tem “direito de errar”

Artista está à frente do “Pipoca da Ivete”, que foi ao ar pela primeira vez no último domingo (24)

"Pipoca" na Globo: Ivete Sangalo diz que tem "direito de errar"
(Foto: Globo/Fábio Rocha)

Ivete Sangalo tem total consciência de que é impossível agradar a todos, afinal, ela é uma artista com anos de estrada. Nesse sentido, sabe que comandar o “Pipoca da Ivete” todos os domingos na TV Globo não será uma tarefa fácil. Contudo, acredita que sua maturidade e experiência de vida são essenciais na hora de encarar as críticas.

"Pipoca" na Globo: Ivete Sangalo diz que tem "direito de errar"
(Foto: Globo/Fábio Rocha)

LEIA MAIS:

“Aprendi a compreender que eu não vou corresponder a todas as expectativas. Que existe uma vã ideia de que a gente pode agradar a todo mundo, mas isso não é possível. Sei que não sou unanimidade, nem quero ser”, declarou Ivete Sangalo.

Preciso ter o direito de errar, de não ser tão certinha, amável aos olhos de todos. É genuíno do ser humano querer ser aceito. Assim a gente vai afogando traços da nossa personalidade, sofre e deixa de viver”, completou.

A cantora conversou com o jornal Extra antes da estreia do programa no último domingo (24). Dessa forma, a entrevista já serve como uma ‘resposta’ às críticas. Isso porque internautas fizeram reclamações sobre a atração no Twitter, por outro lado a audiência da TV Globo alcançou 12 pontos e 26% de participação.

Pois bem, Ivete Sangalo destacou que não gostaria de ser “perfeitinha, correta e organizada demais” e reconhece que pensar dessa maneira é muito importante para sua saúde mental: “Ou eu piro ou alguém vai pirar”.

"Pipoca" na Globo: Ivete Sangalo diz que tem "direito de errar"
(Foto: Globo/Fábio Rocha)

LEIA MAIS:

“Pipoca” é para alegrar o público, diz Ivete Sangalo

Ademais, entende que eventuais tropeços na atração são inevitáveis: “Eu tinha a ideia fixa de não querer decepcionar. E eu não só posso, como devo, em benefício meu e do outro, nas relações que vão se estabelecendo”.

“Eu nunca tinha pensado sob esse aspecto. Mas eu acho lisonjeiro, me deixa muito confortável. Vaidade é um sentimento que está dentro da energia do ser humano. Seria absurdo eu dizer que não passeio com a vaidade. Mas tento fazer com que ela não me atrapalhe. Se acontecer, é fulminante. Eu vigio muito essa questão porque quero que isso me impulsione, não seja uma barreira pra mim. Então, seria mentira eu dizer pra você que não me envaidece. Eu fico envaidecidíssima”, destacou.

Por fim, reforçou que o objetivo principal do “Pipoca da Ivete” é alegrar o público: “É leve, pra relaxar. Uma atração que entretém e que tem a diversão como carro-chefe. No sentido exato da pipoca alimento: você vai comendo, não sabe o quanto nem em que hora começou ou quando vai terminar… É solto”.

Curtiu esta matéria? Leia mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Post Malone e Doja Cat celebram o amor no clipe de “I Like You (A Happier Song)”

Nicki Minaj fala sobre novo álbum: “será épico”